Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Paragominas precisa lidar com cinco desfalques

terça-feira, 30/04/2013, 06:13 - Atualizado em 30/04/2013, 06:13 - Autor:


Baixada a poeira das comemorações da conquista da classificação à final, o grupo do Paragominas já está com as atenções voltadas para o jogo de volta da final nesta quarta-feira. O grupo viajou para Belém na tarde de ontem e deve realizar treino na manhã desta terça-feira no estádio da Curuzu. Será apenas um treino antes do jogo decisivo, e o técnico Charles Guerreiro vai ter pouco tempo para administrar os cinco desfalques para esse desafio.


O meia Eduardo e o atacante Jayme não podem enfrentar o Clube do Remo, dono dos direitos federativos dos atletas, por força contratual. O meia Marquinho e o volante Ilaílson receberam o terceiro cartão amarelo e ficam de fora do primeiro jogo. E, de última hora, o lateral esquerdo Devan, apresentando dores musculares, foi cortado para dar lugar a Caíca na relação de jogadores. Os atletas mais cotados para entrarem no time são Rondinelli no posto de Devan, Dudu no posto de Ilaílson, Bené no de Marquinho e Adriano Miranda ou Beá no posto de Jayme.


Se por um lado, o técnico perde jogadores, por outro o zagueiro Cristovam volta a ser opção para o jogo. Cumprindo suspensão automática contra a Tuna, o zagueiro está livre para atuar. Weller, afastado há um bom tempo do grupo por lesão, pode ser uma novidade no ataque da equipe Paragominense. “Temos um grupo de jogadores experientes. Quem entrar, com certeza, não vai sentir a pressão e vai dar o seu melhor”, disse o zagueiro San.


A vaga na Série D está em disputa


O técnico do Paragominas, Charles Guerreiro, está confiante no trabalho que seu time vem desenvolvendo e acredita nas chances do Jacaré na decisão. “Nosso time é uma equipe guerreira, que marca forte mas não deixa de ir pra frente. Essa vitória contra a Tuna, nas condições que aconteceu, é uma prova de força do grupo e que não tem desafio grande demais pra ele. O nosso objetivo agora é conseguir ser campeão do turno, para garantir a inédita vaga para a Série D” revelou o técnico.


Outro que visa colocar o clube em posição de prestígio nacional é o atacante Aleílson, que com o último gol marcado, isolou-se na artilharia da competição com 11 gols. Ele estava há sete jogos sem marcar. “Como atacante nós vivemos de fazer gol, deixar de marcar significa deixar de colaborar com o time, e a nossa cobrança é grande nesse sentido. Todo mundo aqui tem uma meta que é levar o Paragominas ao título do turno. No primeiro não deu, mas a nova chance veio e temos que saber aproveitar” definiu o atacante. 


Embora ainda tenha o primeiro jogo para cumprir em Belém, a direção do clube prepara algumas melhorias para a partida de volta. “O gramado receberá melhorias ao longo da semana. Tenho certeza que, para este domingo, mesmo que chova, a qualidade da bola rolando será muito melhor” afirmou o presidente do clube Jorge Coqueiro.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS