Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Cada um com seu tabu para quebrar

sexta-feira, 26/04/2013, 16:18 - Atualizado em 26/04/2013, 16:40 - Autor:


Remo e Paysandu jogam neste sábado (27), às 18h30 no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão. A partida vale uma vaga para a final do segundo turno do Campeonato Paraense, Particularidades do clássico deste sábado, envolvem árbitro e última vitória que dura mais de dez anos.


O Leão Azul nunca venceu uma partida sob o comando de Ricardo Marques (FIFA-MG). Foram três derrotas em três partidas em que o árbitro apitou jogos do Clube do Remo, sendo dois clássicos contra o Paysandu. Além da final da Taça Cidade de Belém deste ano, onde os azulinos deixaram o título escapar no final do jogo, no Campeonato Paraense de 2009, os bicolores venceram por 1 a 0, gol de Zé Augusto, quebrando uma invencibilidade de nove jogos sem vitória sobre os remistas.


Outra lembrança amarga aconteceu em 2010. O Remo recebeu o Santos pela segunda fase da Copa do Brasil, comandados por Neymar e Paulo Henrique Ganso, o time peixeiro eliminou o Leão, com uma goleada por 4 a 0.


Se o Remo, não conseguiu vencer sob o comando de Ricardo Marques, o Paysandu vai tentar quebrar um tabu ainda mais longo. Desde 2001, o time bicolor não vence um clássico realizado no sábado. De lá pra cá, foram apenas três partidas na história, nos últimos dez anos, com duas vitórias azulinas e um empate. A última vitória sobre o Remo foi no dia 30.06.2001, pela decisão do Campeonato Paraense daquele ano. No Baenão, o Papão venceu por 4 a 0 e caminhou rumo ao bi-campeonato estadual. 


(Diego Beckman/DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS