Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Tuna está confiante e Paragominas preocupado

quarta-feira, 17/04/2013, 06:06 - Atualizado em 17/04/2013, 06:06 - Autor:


Com a retomada dos jogos e confirmação da tabela, direção e elenco da Tuna contam as horas para o duelo diante do Paragominas, domingo. O técnico Cacaio retornou do Rio de Janeiro, onde resolvia problemas particulares, e retomou os trabalhos das mãos do auxiliar Marajó. “Vínhamos de uma sequência de treino-jogo que essa paralisação quebrou, mas por um lado foi bom porque tivemos mais tempo para treinar as modificações do time”, afirmou o treinador, citando a entrada de Rodrigo Santarém na cabeça de área e do volante Maranhão na lateral direita.


Cacaio afirma que não espera jogo fácil diante do Paragominas, mas está confiante em um bom resultado. “Eles foram líderes e nós quarto lugar. Eles têm um elenco grande e o nosso elenco é pequeno e temos que improvisar. É claro que não será fácil, como nunca foi, mas, jogando no Souza, conquistamos nossas vitórias e confio que vamos conseguir mais uma vez agora”, afirmou o técnico cruzmaltino.


Cacaio afirma que o foco do grupo é em se classificar. “Se pensarmos demais que precisamos de apenas uma vitória para não cair podemos acabar nos doando menos do que poderíamos. A pressão por fugir do rebaixamento existe, mas os atletas de mais personalidade sabem lidar com isso e crescem nessa hora. E a Tuna tem esse tipo de atleta”.


Há alguns dias funcionários do clube vêm reclamando de atrasos nos vencimentos na Vila Olímpica. O técnico Cacaio não nega. “A Tuna está em dificuldades. Está com uma pendência financeira conosco, pequena, mas têm. Todo mundo precisa de dinheiro, precisa viver, mas o nosso grande desafio hoje é conseguir os resultados que o time precisa”.


PFC: uma lesão e sete pendurados


Com o jogo da semifinal se aproximando a cada dia, as preocupações do Paragominas vão crescendo. Mesmo tendo se classificado em primeiro lugar para as semifinais e jogando pelo empate independente do adversário que enfrentar, o Jacaré do Norte se preocupa com as lesões de seus jogadores e a quantidade de atletas que entrarão em campo pendurados contra a Tuna Luso. 


Ontem, a equipe realizou um treino técnico pela parte da manhã e mais um trabalho com bola no turno da tarde. Em ambos os treinos comandados por Charles Guerreiro, ainda não se pôde ver o time que deve ser titular no domingo.


Pela manhã, o lateral Carlinhos Maraú voltou a sentir dores e foi cortado do jogo de domingo. Na partida contra a Tuna Luso, realizada na sétima rodada do Parazão, Maraú também ficou de fora por conta de problemas musculares. Quem volta para os gramados é o meia Eduardo. Após participar dos treinos de ontem, o jogador não sentiu nenhum incômodo e deve jogar.


Outra pulga atrás da orelha de Charles Guerreiro é a quantidade de jogadores pendurados com dois cartões amarelos. No total, sete integrantes do elenco estão nessa situação. São eles: Bené, Aleílson, Jaime, Maycki Douglas, Ilaílson e Cristovão. Para definir a equipe titular do jogo de domingo, Charles volta a comandar os treinos hoje pela manhã e de tarde.


Antes mesmo do jogo de ida, a diretoria do Jacaré já divulgou a quantidade de ingressos disponibilizados para a partida de volta. Ao todo, 9.500 ingressos, que ficarão no preço de R$ 15.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS