Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Presidente da Tuna não abre mão de jogar domingo

segunda-feira, 15/04/2013, 07:28 - Atualizado em 15/04/2013, 07:28 - Autor:


Com o fim da paralisação do Campeonato Paraense, é hora dos clubes voltarem a se preocupar com o que realmente importa: o futebol. Um dos clubes que estava mais preocupado com a paralisação, a Tuna Luso Brasileira, comemorou o fim do impasse que estava começando a prejudicar as finanças do time. Com a volta dos jogos, a diretoria agora foca na organização do campeonato e diz que quer jogar no domingo.


Para o presidente da Tuna, Fabiano Bastos, a volta do campeonato foi um sopro de tranquilidade para os tunanates que vinham preocupados com os pagamentos dos atletas. “Graças a Deus o campeonato está de volta. Chegamos a ter problemas por conta de salários, mas com a volta dos jogos a Tuna deve se restabelecer e tudo ficar na ordem que estava antes”, afirmou.


Preocupado com os mínimos detalhes envolvendo a partida contra o Paragominas, Bastos diz que o Souza está pronto para receber o jogo da semifinal. “O laudo já estava pronto muito antes da confusão e nós temos ele em mãos caso seja necessário. O futebol não pode parar de novo”, disse o presidente.


A única preocupação que fica pendente para a equipe belenense é a data dos jogos da semifinal. Estabelecidos para os dias 20 e 21, ainda existe o impasse sobre quais equipes jogarão no domingo. Fabiano foi irredutível quanto ao assunto. “Nós aqui sempre prezamos pela organização e não aceitamos a mudança. O jogo da Tuna sempre foi para o domingo e é assim que deve ser. Essas mudanças repentinas que acabaram causando todo esse transtorno pros clubes. A Tuna joga no domingo”, concluiu o dirigente.


Paragominas


No Paragominas, a situação parece ser bem tranquila após toda a reviravolta causada pela semana de indefinição sobre o Campeonato Paraense. A equipe, que chegou a cogitar jogos amistosos para suprir a falta de partidas oficiais, agora é categórica em afirmar que o treino é a prioridade para preparar-se para a semifinal contra a Tuna Luso. Para o técnico Charles Guerreiro, vencer dentro do Souza é uma tarefa árdua, mas não impossível para o PFC.


Essa semana, a rotina volta ao normal na Arena Verde com treinos comandados pelo técnico para definir a equipe que enfrentará a Tuna no domingo. Sabendo da força com que a Tuna chega para a partida, Guerreiro prega a cautela, mas sem apequenar-se. 


“Nós sabemos do poder que a Tuna tem, vimos isso no último jogo. Os garotos de lá são bons e jogam dentro de casa, o que dificulta bastante. Temos que ter em mente que a Tuna joga por ainda fugir do rebaixamento, o que acaba dando uma motivação a mais além do título paraense. Não podemos é deixar que essa motivação seja maior que a nossa”, disse.


Para poder motivar o time, Charles Guerreiro acredita que a conversa com os jogadores é a melhor saída para alncaçar esse objetivo em um momento de decisão. “A função do líder é guiar os jogadores neste momento. Temos jogadores experientes que já passaram por isso e alguns mais novos que vão disputar um mata-mata pela primeira vez. Então a conversa é importante e deve ser trabalhada tanto quanto a parte física. Pra ser campeão não basta jogar bem, tem que ter vontade”, afirmou Charles Guerreiro.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS