Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Sessão extraordinária do TJD-PA será sexta-feira

terça-feira, 09/04/2013, 19:39 - Atualizado em 09/04/2013, 19:53 - Autor:


A sessão extraordinária do Tribunal de Justiça Desportiva do Pará (TJD-PA), que irá julgar os pedidos do Santa Cruz de Cuiarana, está marcada para as 17h da sexta-feira (12).


De acordo com o presidente do TJD-PA, Antônio Cândido Barra Brito, essa foi a única data possível para a marcação da sessão.“O certo era julgar na segunda-feira (15), que é o dia da sessão ordinária, mas como é um caso excepcional, convocamos essa reunião extraordinária, porém, precisamos cumprir os prazos legais: de dois dias para os requeridos no processo (Paysandu e FPF) fazerem análises e mais o tempo para o relator”, explicou o magistrado.


O clube de salinas entrou com um mandado de garantia, reclamando não ter sido avisado em tempo hábil (apenas 24h antes da partida) da mudança do local do jogo contra o Paysandu, pela 7ª rodada do segundo turno do Parazão, que deveria ter ocorrido em 27 de março. O Santa Cruz também entrou com um pedido de impugnação da referida partida contra o Paysandu, a qual não compareceu e perdeu por W.O.


Os dois pedidos em forma de liminar foram negados pelo presidente do TJD-PA, mas seriam posteriormente julgados pelo pleno do Tribunal. A decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) foi, justamente, paralisar o Parazão até que a decisão fosse julgada pelo Tribunal local.


Barra Brito defende que o TJD-PA está sendo rápido no trâmite dos processos e que o julgamento será realizado em um tempo “razoável”. “O Santa Cruz deu entrada no mandado de garantia no dia 27 de março e vai ser julgado no dia 12 de abril. Um processo ser julgado em um prazo de 15 dias eu acho que é razoável. O pedido de impugnação será julgado em 10 dias. Com isso o torcedor pode perceber que a justiça desportiva do Pará é rápida e está desempenhando sua função dentro da lei”.


(Felipe Melo/DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS