Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Tuna não desistirá de buscar seu objetivo

terça-feira, 26/03/2013, 10:42 - Atualizado em 26/03/2013, 18:57 - Autor:


O empate por 2x2 com o Paysandu no clássico da sexta rodada foi muito festejado pela forma como veio, mas as comemorações não duraram muito. Segunda-feira (25) foi dia de reinício das atividades na Vila Olímpica visando a partida última rodada onde a Águia Guerreira define sua sorte na competição diante do líder Paragominas.


E para essa partida, o técnico Cacaio deve promover uma mudança no esquema tático. “Apesar do empate no final do jogo, o time não rendeu tanto no 3-5-2 quanto eu esperava, então devemos retornar ao 4-4-2 habitual” definiu o treinador cruzmaltino, lembrando que foi jogando no 4-4-2 que a equipe conquistou seus melhores resultados.


Sem poder contar com os zagueiros Hallyson, expulso, e Preto Barcarena, que recebeu o terceiro cartão amarelo na partida contra o Paysandu, Cacaio ainda escolhe quem jogará como parceiro de Max Melo. O técnico tem três opções – os zagueiros Darlan, Ruan e Fernando Felix. Mais experiente do trio, Darlan, titular com Samuel Cândido, é o substituto mais provável para Preto Barcarena. Outra novidade na equipe deve ser o retorno de Fabrício ao meio campo, após cumprir suspensão. Ontem, o atleta foi liberado para resolver problemas pessoais mas é nome certo na onzena cruzmaltina.


Se precisar de sangue frio para decidir a partida, a Lusa pode contar com a tranquilidade do volante Daniel. O volante afirma que não sentiu a pressão de cobrar penalidade decisiva no último minuto. “Cobrei confiante. Sabia que daria tudo certo, cobrei com calma e tirei a bola do Paulo Rafael”, disse Daniel.


Para o volante, não houve menosprezo da parte do Paysandu com a Tuna quando o jogo estava 2x0. “O Lecheva colocou vários atacantes e buscou um resultado mais elástico, mas, felizmente, eles não foram felizes nas conclusões. Mas nós não desistimos do jogo. Mantivemos a vontade até o fim e, graças a Deus, conseguimos o empate” comentou o volante da Tuna.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS