Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Aleílson? Não, a noite foi de Jayme

quinta-feira, 14/03/2013, 20:24 - Atualizado em 14/03/2013, 21:29 - Autor:


“Uma noite muita abençoada e especial”. Foi assim que o atacante Jayme, do Paragominas, definiu a noite de ontem (13), quando o Jacaré venceu o São Francisco por 5 a 3 com três gols do ex-jogador do Clube do Remo. Sem espaço no Leão, ele foi emprestado ao Jacaré até o final do Campeonato Paraense 2013. E na primeira partida como titular, ele balançou as redes três vezes.


A noite não foi especial apenas pelos gols marcados pelo jogador de 19 anos. O pai de Jayme, Paulo Chaves, que mora em Ananindeua, viajou para ver o filho de perto. “Ele veio de longe só por causa do jogo. Graças a Deus me trouxe muita sorte”, comemora o jogador.


No Remo, Jayme enfrentava uma concorrência pesada. Para ser titular ou até mesmo ficar no banco de reservas, o jogador disputava posição com atacantes renomados, como Branco, Leandro Cearense, Fábio Paulista e a surpresa Val Barreto.


Já no Paragominas a realidade é outra. O jovem atleta atua ao lado de um dos artilheiros do Parazão, Aleílson, autor de dez gols no certame estadual. Porém, na noite passada o ex-remista foi quem roubou a cena na Arena Verde. “(Risos) eu não esperava fazer três gols, mas tive as oportunidades e aproveitei. O Aleílson também é um grande atacante, os zagueiros não podem descuidar, tanto que ele é o artilheiro”, elogia Jayme.


Formado nas divisões de base e promovido para o elenco profissional azulino no final de 2010, Jayme jogou poucas vezes na equipe principal. O único gol marcado por ele foi pela Copa do Brasil, ano passado, quando o Remo derrotou o Real (RR) por 3 a 0, no Baenão. “Um jogador que vem da base precisa de mais oportunidade e ritmo de jogo para poder ter mais confiança”, explica.


A ida do atacante para o Paragominas foi resultado de uma negociação entre a diretoria remista e o presidente do atual clube do jogador. Antes de fechar com o Jacaré, Jayme quase foi para o São Francisco, mas preferiu ir para o Município Verde.


Concorrente direto do Leão na briga por uma vaga ao Campeonato Brasileiro da série D, o Paragominas está em quarto lugar no segundo turno. E se for campeão, o ex-clube de Jayme vai permanecer sem série. “É uma situação complicada, mas tenho que defender o time que estou no momento”, admite o atacante.


O Paragominas volta a jogar no próximo sábado (16), às 15h30, em Cuiarana, contra o Santa Cruz. Ao lado de Aleílson, Jayme espera brilhar outra vez. “Já mostrei meu potencial, espero continuar no caminho certo, mas o importante é vencer, com gol de quem quer que seja”.


(Jorge Luís Rodrigues/DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS