Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Flávio Araújo troca 3-5-2 por 4-4-2

terça-feira, 12/03/2013, 18:37 - Atualizado em 12/03/2013, 19:09 - Autor:


Pela primeira vez, o técnico Flávio Araújo vai mudar o sistema tático do Clube do Remo, que sai do 3-5-2 para o 4-4-2, para enfrentar o Cametá, amanhã, às 20h30, no Baenão. Com a alteração, o meia Clebson entra no time titular na vaga do zagueiro Carlinhos Rech, poupado pelo treinador por estar “pendurado” com dois cartões amarelos.


A equipe principal está praticamente confirmada por Flávio Araújo com Fabiano; Rodrigo Guerra, Mauro, Zé Antônio e Berg; Gerônimo, Jhonnatan, Clebson e Thiago Galhardo; Fábio Paulista e Leandro Cearense. "É o time mais provável, o mais indicado. Nós procuramos fazer uma mudança na equipe, sempre no sentido e no objetivo de melhorar e acertar", justifica o treinador.


Dos nove jogadores que estão com dois cartões amarelos, o zagueiro Carlinhos Rech será o único poupado. "Ele é defensor, então tem muito mais possibilidade (de tomar o terceiro amarelo), já que zagueiro está o tempo inteiro em contato com atacante. Mas, ele volta domingo contra o Paysandu", garante Flávio Araújo.


Se por um lado o Leão perde um jogador do sistema defensivo, por outro o meio campista Clebson entra para dar mais criação à equipe. "O Clebson já conhece a nossa maneira de jogar, já trabalhou conosco. Fez um bom segundo tempo (contra a Tuna). A gente ganha em termos de compactação, porque agora são quatro jogadores no meio campo. A gente vai perder um pouco de espaço nas laterais. Esse trabalho de ocupar bem os espaços nós vamos sentir um pouco, mas aos poucos nós vamos melhorar".


Embora Clebson já tenha atuado por 45 minutos no último jogo, Flávio Araújo diz que a equipe vai sentir um pouco a falta de entrosamento não apenas pela entrada do meia, como também pela mudança de posicionamento.


(Jorge Luís Rodrigues/DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS