Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

RexPa equilibrado até na opinião de torcedores

sábado, 02/03/2013, 19:00 - Atualizado em 02/03/2013, 19:02 - Autor:


Amanhã, às 16 horas, Clube do Remo e Paysandu decidem o título do primeiro turno do Campeonato Paraense 2013, no Mangueirão. O “Dol quer saber” perguntou aos internautas durante a semana quem era o favorito para a disputa. Assim como aconteceu em campo, no mundo virtual houve um equilíbrio nos comentários. Muitos azulinos e bicolores mostraram serenidade na hora de palpitar.


Apesar de ser remista, Nelson Noronha admite que é difícil apontar um favorito em clássico. “O Remo pode não ter feito uma campanha brilhante, mas é líder está invicto. Porém, todo RexPa é imprevisível e a prova disso foi o gol do Remo no último minuto do jogo passado”, argumenta.


Assim como Noronha, o torcedor Iramar Gama prefere ter cautela. Segundo ele, pelo que o Paysandu já mostrou na competição, o favoritismo deveria ser dos bicolores, mas na hora do RexPa as atuações anteriores ficam em segundo plano. “O Paysandu tem um time mais completo, principalmente o meio campo que é o principal setor para se fazer a diferença em qualquer equipe de futebol. Mas, como em clássico não tem favorito, eu acho que a chance está em 50% para cada”, explica.


Já o internauta Moisés Ferreira aposta no Remo pela vontade demonstrada pela equipe nas partidas. “Esse elenco do Leão tem mostrado muita garra, superando assim suas limitadas qualidades técnicas”. Seguindo a linha de raciocínio, Luiz Nonato acredita que o empenho pode decidir a partida. “Embora não seja um time ajustado, o Remo tem uma garra, determinação além de um preparo invejável, capaz de superar a técnica bicolor”, analisa.


Por outro lado, Paulo Gonçalves, torcedor do Paysandu, pensa diferente dos rivais. “O Papão tem o melhor elenco e não tem tido sorte nos últimos confrontos. Acredito que desta vez o time vai se superar e não vai permitir surpresas por parte do adversário”, opina.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS