Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Cearense, Walber e Vanderson serão julgados quinta

terça-feira, 26/02/2013, 16:52 - Atualizado em 26/02/2013, 17:09 - Autor:


O atacante Leandro Cearense e o lateral Walber, do Clube do Remo, e o volante Vanderson, do Paysandu, serão julgados nesta quinta-feira (28) pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Pará – TJD. No mesmo dia, o goleiro Adriano, do Águia de Marabá, também será julgado. O que mais preocupa neste momento é a possibilidade de ausência dos azulinos e do bicolor no último jogo da final do primeiro turno do Campeonato Paraense, que acontecerá no domingo (3), no Mangueirão, em Belém.


Os jogadores remistas protagonizaram cenas violentas no jogo contra o Águia, no Estádio Zinho Oliveira, em Marabá, ainda na fase classificatória do primeiro turno do Campeonato Paraense. Leandro Cearense agrediu Adriano, do Azulão, com um soco no rosto. O goleiro revidou a agressão e ambos foram expulsos de campo.


No mesmo jogo, Walber deu um carrinho  no goleiro Leandro, que substituiu Adriano, e acabou levando um cartão vermelho. As duas agressões não aconteceram em lances com bola.


A defesa azulina já reuniu material em vídeo, com imagens da partida, e tentará adiar o julgamento.


Já do lado bicolor, Vanderson será julgado pela segunda vez no Parazão 2013. O julgamento desta semana é por conta do jogo contra o São Francisco, quando o jogador deu um carrinho no meia santareno João Pedro, por partida válida pela semifinal do Parazão.


Todos jogadores já cumpriram uma partida de suspensão e serão julgados pelo Art. 254-A, que diz que o atleta que "praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente" deve ser punido com pena de quatro a doze jogos. No caso de punição, o setor jurídico dos clubes ainda podem entrar com um pedido de efeito suspensivo, que é a "suspensão dos efeitos da decisão de um juiz, até que o tribunal tome a decisão final sobre um recurso"; neste caso, os jogadores só cumprirão as suspensões na decisão do recurso.


(Bruna Dias/DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS