Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Vanderson se defende: 'não xinguei o Dewson'

quarta-feira, 20/02/2013, 12:54 - Atualizado em 20/02/2013, 14:04 - Autor:


O volante do Paysandu Vanderson será julgado pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) na tarde desta quarta-feira (20) por ter sido expulso na partida contra o Paragominas, em jogo válido pela 2ª rodada da "Taça Cidade de Belém", na casa do adversário, no dia 16 de janeiro.


Na súmula do jogo, o árbitro Dewson Fernando Freitas acusa Vanderson de tê-lo xingado com relação à sua orientação sexual e questionado a sua arbitragem.


Em sua defesa, o volante bicolor afirmou ter testemunhas que comprovam que ele não fez tais xingamentos. “Eu não sou preconceituoso, o que ele faz da vida dele só diz respeito a ele mesmo. Falei o que todos os jogadores falam no calor do jogo. Ele me deu cartão vermelho e eu sair de boa, sem reclamar. Espero que não aconteça nada”, afirmou Vanderson.


O atleta bicolor declarou ainda que vai comparecer ao julgamento para fazer sua defesa acompanhado do setor jurídico do Papão.


Se for punido com duas partidas, Vanderson estará de fora do primeiro Re x Pa. O jogador já cumpriu um jogo de suspensão automática.


Vanderson foi expulso uma segunda vez pelo mesmo Dewson na partida de ida da semifinal do primeiro turno do Parazão contra o São Francisco, em Santarém. O julgamento deste novo cartão vermelho ainda não está marcado.


Sem saber se contará ou não com Vanderson, o técnico Lecheva também tem à disposição os volantes Esdras, Ricardo Capanema e Billy para formar a equipe para o primeiro clássico Re x Pa da final da Taça Cidade de Belém.


(Felipe Melo/DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS