Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Rafael Oliveira e João Neto querem a artilharia

terça-feira, 19/02/2013, 18:07 - Atualizado em 19/02/2013, 18:17 - Autor:


Os maiores artilheiros deste Campeonato Paraense estão do lado do Paysandu. O atacante Rafael Oliveira tem nove gols e é artilheiro isolado. O único com a mesma média é o também atacante Aleilson, do Paragominas. Mas como o time do interior está fora da decisão do primeiro turno do Parazão, Rafael Oliveira tem a chance de aumentar seu número de gols nas duas próximas partidas, contra o Remo.


O atacante bicolor está com vontade de se consagrar o artilheiro da competição. “Todo jogador quer ser diferente e eu também sou assim, quero a artilharia do Parazão. Joguei oito vezes contra o Remo e só perdi uma vez, no domingo vamos sair com a vitória”, contou Rafael Oliveira.


Outro jogador que está perto de se consagrar artilheiro bicolor é o atacante João Neto. O atleta tem sete gols no Parazão e é o terceiro maior artilheiro da competição. Os atacantes do Remo Val Barreto e Fábio Paulista se aproximam dele, com cinco gols cada. “To buscando a artilharia e não está longe, não. Cada dia de jogo quero fazer mais gols”, contou João Neto.


Para o atacante bicolor a primeira derrota para o Remo não o assustou e a ordem agora é sair com a vitória. “O favoritismo fica do lado do Remo, que está 100% na competição, mas nós crescemos e evoluímos bastante desde o primeiro Re x Pa. Demos as duas maiores goleadas do Parazão, mas mesmo assim não nos achamos os favoritos. Clássicos são definidos nos detalhes”, disse o jogador.


O Paysandu enfrenta o Remo no domingo (24), oito dias após o último jogo do time. Em uma competição com tabela apertada e com jogos com diferença máxima de três dias entre eles, esses dias serviram para recuperar o condicionamento dos atletas. “Essa semana é mais para recuperar mesmo, para que no domingo buscarmos o resultado com mais tranqüilidade. Esse tempo é bom para recuperação e definir outras opções táticas” finalizou João Neto.


 


 (Bruna Dias/DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS