Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Flávio Araújo comemora tempo para preparar equipe

terça-feira, 19/02/2013, 03:17 - Atualizado em 19/02/2013, 03:25 - Autor:


Passada a tensão dos dois jogos das semifinais do primeiro turno, o elenco do Clube do Remo se encontra aliviado depois de passar sufoco na primeira partida, mas tendo conseguido se recuperar de maneira soberba, chegando a fazer uma partida “excelente” no jogo de volta, nas palavras do próprio técnico Flávio Araújo. O curto espaço de tempo de um jogo ao outro – 72 horas – foi um dos fatores que aumentou esse nervosismo para chegar à final. Para diminuir o estresse acumulado, nada melhor do que um merecido descanso, agora que a vaga já está assegurada.


Nesta segunda-feira (18), Flávio Araújo liberou o elenco do trabalho. Todos só voltam nesta terça de manhã. “Fazia tempo que a gente não dava uma folga geral”, comentou Flávio. Mas, mais do que isso, o que deixou o sorriso de Flávio brilhando é o tempo que terá para preparar a equipe para a final contra o rival Paysandu: uma semana. Com jogos acontecendo sempre em intervalos de cerca de três dias, o fato de ter sete dias para treinos é móvito de comemoração, ainda mais por se tratar de uma final contra o arquirrival, que vive um bom momento. 


“Fazia tempo que a gente não tinha esse espaço de tempo e fazia tempo também que não dávamos uma folga geral. Só iremos retornar na terça-feira (hoje). E, veja bem, serão dois super jogos entre Remo e Paysandu, com os dois estando em ótimos momentos na competição. Então, toda preparação a mais, todo detalhe e logística é importante para gente conseguir ir muito bem nas duas partidas”, prevê Araújo.


A quarta rodada foi a que mais se aproximou a esse tempo e espaço. Naquela ocasião, o Leão, em tese, teria um intervalo de cinco dias até o clássico. No entanto, o jogo anterior aconteceu na cidade de Cametá e a viagem desgastante da volta o fez perder um dia de treino. Agora, mais do que nunca, Flávio quer aproveitar esse tempo para entrosar a equipe, afinal, ele fez nada menos que seis mudanças. “Agora é trabalhar firme com o time, para que possamos chegar muito bem diante do Paysandu”, planeja.


Leia mais no Diário do Pará.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS