Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Flávio Araújo pode chegar a 40 jogos sem derrota

quarta-feira, 13/02/2013, 04:06 - Atualizado em 13/02/2013, 04:07 - Autor:


Aos 51 anos de idade, o técnico Flávio Araújo corre o risco de chegar ao final de semana como um técnico quarentão. Confuso? Explica-se. Invicto no comando do Clube do Remo desde que o assumiu, enfileirando seis vitórias e um empate no Parazão, o técnico deu sequência em Belém à invencibilidade construída na sua última passagem por um clube. No Sampaio Corrêa, do Maranhão, o técnico dirigiu a equipe em 31 partidas e conquistou 26 vitórias e nove empates. Somados os resultados das passagens por Pará e Maranhão, caso mantenha a invencibilidade azulina nos confrontos contra o Paragominas o técnico pode atingir a impressionante marca de 40 partidas seguidas sem derrota, seja jogando dentro ou fora de casa.


O volante Tony afirma que conhecia a sequencia positiva de resultados do treinador, mas o número o impressiona. “A gente sabia que o técnico vinha numa sequência boa de resultados mas não sabia que o número estava tão alto”, comentou. Para Tony, a invencibilidade é fruto de um trabalho onde todos se dedicam e do qual todos se beneficiam. “Vamos continuar trabalhando da forma como estamos fazendo. Quem sabe assim a gente não presenteia o treinador com esse jogo de número 40 na invencibilidade” disse o volante.


O lateral Rodrigo Guerra afirma que não sabia da marca recorde. “Bom, posso garantir que essa marca não é algo que o treinador tem se vangloriado ou disseminado dentro do grupo de jogadores. O foco tem sido em cada partida e no resultado que o grupo se comprometeu desde o ano passado” afirmou o lateral que vai pra sua terceira partida seguida como titular. Para Guerra, os números são animadores, mas não podem se transformar em oba oba. “Nosso objetivo é levar o Remo ao título e recuperar seu espaço, se pudermos fazer isso de forma invicta ainda melhor, mas não é esse o nosso foco” afirmou.


Leia mais no Diário do Pará

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS