Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Paysandu vence Santa Cruz e se classifica em 2º

sexta-feira, 08/02/2013, 04:37 - Atualizado em 08/02/2013, 04:39 - Autor:


Diante de sua torcida, em uma noite bonita, o Paysandu venceu o Santa Cruz de Cuiarana por 3 a 1 e garantiu o segundo lugar na classificação para as semifinais do primeiro turno. A Fiel Bicolor, presente em bom número na Curuzu, testemunhou um futebol envolvente, que presenteou os bicolores com a vantagem de jogar a primeira partida da semifinal em Santarém já na próxima quarta-feira (13), contra o São Francisco, e o segundo jogo em casa, no sábado (16).


O jogo até começou em pé de igualdade. O Santa Cruz partiu para o ataque e logo aos dois minutos criou a primeira oportunidade com o atacante Fábio Oliveira, que arriscou um bom chute de fora da área, assustando o goleiro Zé Carlos. Na sequência, aos poucos, o Papão foi envolvendo a equipe praiana, principalmente pela armação do meio-campo, muito bem articulado com o passe categórico de Eduardo Ramos e a velocidade arisca de Djalma.


Aliás, foi a partir de uma jogada entre Yago Pikachu e Djalma que o Paysandu abriu o placar, aos 10 minutos. No cruzamento pela direita do meia, a bola alcançou João Neto, e este, sem ângulo, colocou a bola na cabeça de Rafael Oliveira, que mandou sem chance de defesa, 1 a 0. O gol acordou a torcida alviceleste e os donos da casa passaram a exercer o domínio de jogo quase por completo, sendo vez ou outra confrontados pelos eficientes meias adversários Reis e Valdir Papel. 


Mas aos 14 minutos, eis que o lateral-esquerdo Rodrigo Alvim, bastante atuante até ali, construiu uma bela jogada individual na área do Santa, driblou parte da zaga, escolheu o canto e guardou na rede, 2 a 0.


A partir dos 30 minutos, o Paysandu começou a jogar mais nos erros do Santa Cruz, principalmente na costa dos zagueiros, que facilitavam e penetração de Rafael Oliveira e João Neto, mas não pode evitar o gol de honra do time de Cuiarana, aos 40 minutos, marcado por Reis, de cabeça.


No segundo tempo, os bicolores pressionaram cedo e logo aos 5 minutos ampliaram com Djalma, 3 a 1. Foi então que Lecheva lançou Iarley, Alex Gaibu e Esdras, fazendo o time crescer em qualidade, mas como a essa altura só administrava o resultado, foi só esperar o apito final.


Leia mais no Diário do Pará.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS