Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Tuna marca seu 1º gol, mas não evita a derrota

segunda-feira, 04/02/2013, 08:02 - Atualizado em 04/02/2013, 08:27 - Autor:


A Tuna Luso Brasileira demonstrou na tarde de ontem (03) a síntese de quanto sua irregularidade é evidente no Campeonato Paraense. 


Na primeira etapa do clássico contra o Paysandu a cruz de malta foi aguerrida num campo que estava muito encharcado pela chuva que castigou a capital paraense. 


A Tuna quebrou a marca de ser a única equipe do Parazão a não marcar em nenhuma das partidas até aqui. Aos 27 minutos do primeiro tempo Pedrinho Mossoró abriu o placar no estádio da Curuzu após receber cruzamento da direita efetuado pelo lateral Fabrício, ex-bicolor. 


A limitação tunante ficou evidente quando começou a ceder espaços para o Paysandu, que como time grande aproveitou as falhas de marcação e técnicas da equipe do técnico interino Marajó. Após sofrer o empate, o time parecia satisfeito com o resultado e começou a ceder espaços. Porém, o time se mostrou insatisfeito mesmo com a arbitragem de Andrey da Silva e Silva e atribuiu o mau resultado ao árbitro da partida que marcou um pênalti duvidoso a favor dos donos da casa. O zagueiro Halyson teria tocado a bola com uma das mãos dentro da área, e os jogadores da Tuna reclamaram de forma acintosa. Andrey errou mais uma vez dando dois cartões amarelos para Halyson e não o expulsou de campo. A atitude do árbitro já entrou para o folclore do futebol paraense.   


(Ronald Sales/DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS