Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Surgiu um sopro de 'chorada' esperança

quinta-feira, 31/01/2013, 07:41 - Atualizado em 31/01/2013, 07:41 - Autor:


Em uma partida dramática no estádio Zinho Oliveira, de Marabá, o Águia conseguiu no último lance de jogo a vitória por placar mínimo de 1 a 0, sobre o Santa Cruz de Cuiarana. O gol da vitória foi marcado por Danilo Galvão, aos 48 minutos do segundo tempo e garantiu a vitória para o Águia em sua última partida jogando diante da torcida.

O primeiro tempo foi marcado por um jogo movimentado, com o Águia tomando a iniciativa do jogo e partindo para o ataque em arrancadas, enquanto o Santa Cruz partia nos contra-ataques. Do lado do Águia, os destaques iam para Renatinho e Balão Marabá, que estrearam dando nova dinâmica para o meio campo e lateral aguianas. No Santa Cruz, passes curtos e dinâmicos deram o tom do time, com Soares, Reis e Fininho protagonizando muitas triangulações no meio de campo e lançando constantemente Rayro ao ataque.

Apesar da movimentação, poucas chances claras de gol foram criadas. Os cruzamentos pela lateral da grande área quase sempre encontravam zagas bem postadas, de um lado e do outro. O jogo se desenvolvia sem muitas chances claras e parecia se encaminhar para mais um 0 a 0, quando, no último lance do jogo, aos 48, o atacante Danilo Galvão, que entrou no segundo tempo, fez o gol da vitória numa cobrança de escanteio em que a bola rebateu duas vezes na defesa do Santa, antes do atacante mandar pro fundo das redes.

Ao final do jogo, o técnico João Galvão e muitos atletas foram às lágrimas. “É o último jogo por aqui. Não conseguimos render o que eu esperava. Mas Deus me abençoou e me permitiu fazer o gol da vitória hoje”, disse um emocionado Danilo Galvão.


Tuna segue apanhando

Sobre o olhar atento de seus torcedores, o São Francisco fez bonito goleando a Tuna Luso Brasileira pelo placar de 3 a 0, ontem à noite, em Santarém, e afundou mais ainda a Águia do Souza, que fica cada vez mais perto do rebaixamento.

Sem marcar no campeonato, a Tuna tem o saldo de sete gols negativos. Já o Leão santareno ficou um passou mais próximo da classificação e dorme na segunda colocação, com 10 pontos conquistados.

Caçula botou os anfitriões na frente aos 23 minutos. Levy, aos 35, ampliou a vantagem. No segundo tempo, em um erro da zaga, mais um pênalti foi marcado e Caçula converteu, selando o placar da partida. Maurian recebeu cartão vermelho.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS