Esporte / Pará

BATE-PAPO

Coronel Nunes garante Copa Verde e revela tristeza ao não realizar pedido

Sexta-Feira, 23/11/2018, 15:21:25 - Atualizado em 23/11/2018, 16:38:15 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Coronel Nunes garante Copa Verde e revela tristeza ao não realizar pedido (Foto: Diego Beckman/DOL)
Presidente da CBF falou com o DOL sobre projetos para o futebol paraense à frente da CBF. (Foto: Diego Beckman/DOL)

Com mandato de presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) até abril de 2019, o paraense Antônio Carlos Nunes, o famoso Coronel Nunes, está em Belém para festejar seu aniversário ao lado de familiares e rever antigos colegas no prédio da Federação Paraense de Futebol (FPF), onde revelou planos para o futebol paraense e brasileiro.

A visita a Belém também serviu para confirmar competições e também revelar anseios que busca ter em prol do futebol local, uma vez que irá continuar na CBF como vice-presidente após a posse de Rogério Caboclo, que já responde pela entidade no Comitê Organizador da Copa América de 2019.

Em uma conversa com o portal DOL, Coronel Nunes falou sobre vários assuntos envolvendo o Pará.

COPA VERDE

 

“Houveram atropelos sim. Começou com um canal de televisão e depois recuou. Houve uma multinacional que me procurou na CBF para a competição, que abrisse vagas para clubes do Paraná e Paraguai, mas infelizmente houve mudanças no governo do Paraguai e também no Brasil. Vamos fazer a Copa Verde sim, com início em fevereiro e somente em 2020 vamos fazer a internacionalização. Adianto que a CBF não deixa a Copa Verde terminar e a televisão será feito pela CBF TV”.

SELEÇÃO EM BELÉM

“Me sinto frustrado de estar na CBF mas não trazer a seleção em Belém. O Mangueirão tem que sofrer uma repaginada e agora por recomendação da FIFA, os jogos devem ser em Arenas de Copa do Mundo. Espero que o novo governador mude o nosso Mangueirão e já tive conversa com o Helder Barbalho para mudar o Mangueirão e ai posso trazer a seleção para Belém”.

BOLO DO PAYSANDU

“Minha filha me falou dos memes, porém eu me orgulho em ser campeão brasileiro. Em 91 fui diretor de futebol na conquista da Série B e digo mais, naquele jogo contra o ABC-RN o muro caiu e dei conta para continuar o jogo. O pessoal sabe que eu sou Paysandu e eles encarnam em mim quando perde ou ganha. Escolheram a cor azul e branco, em alusão ao Paysandu”.

PRECONCEITO

“Quando fui eleito tinha muito sim sobre porque um presidente de uma federação do norte assumir a CBF. Quem foi o cara do norte assumir a CBF e agora em abril vou passar o cargo para o Rogério Caboclo e vou continuar vice-presidente. Não quiseram me largar, eu ia voltar para Belém, mas não deixaram”.

CALENDÁRIO EUROPEU E SÉRIE C

Não temos como adotar o futebol europeu. O Brasil é um país continental e os nossos torneios são os maiores do mundo. O que temos é procurar adequar as competições ao sistema brasileiro. Já a Série C vamos ter em dezembro uma reunião sobre mudanças ou não na competição.

EPISÓDIO MARROCOS E A COPA DO MUNDO

“As críticas sempre irão houver. O que houve na Copa passou e muita gente não quer aceitar acha que tem que ser como eles pensam e eu sou diferente. Toma tua decisão de acordo com a tua convicção”.

 

Coronel Nunes completou 80 anos nesta semana e passará o fim de semana na capital, onde irá assistir ao jogo entre Paysandu X Atlético-GO e depois seguirá para Manaus (AM), onde está sendo disputada a Copa Libertadores de Futebol Feminino.

  • E MAIS: Quer comprar material esportivo mais barato? Clique Aqui 

 

(Diego Beckman / DOL)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL