Esporte / Mundo

MAIS FUTEBOL

Ganso marca, mas Fluminense cede empate ao Botafogo no clássico

Domingo, 17/03/2019, 21:20:03 - Atualizado em 17/03/2019, 21:20:03 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Ganso marca, mas Fluminense cede empate ao Botafogo no clássico (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O clássico entre Fluminense e Botafogo ficou no empate por 1 a 1, neste domingo, no Maracanã, pela Taça Rio. Com o resultado, os tricolores mantêm a ponta do grupo B com 11 pontos, mas não garantiram vaga para as semifinais. Já os alvinegros chegaram a cinco e podem ser eliminados já na próxima rodada.

O Flu dominou o primeiro tempo e foi para o intervalo com a vantagem após gol de Ganso. Só que no início da etapa final, Alex Santana deixou tudo igual para o Glorioso.

O Tricolor das Laranjeiras só volta a campo pela Taça Rio no próximo domingo, no clássico contra o Flamengo. Já o Botafogo encara a Portuguesa, no Nilton Santos, nesta quinta-feira.

Clássico carioca ficou no empate em 1 a 1 (Foto: Mailson Santana/Fluminense FC)

O jogo – O clássico começou movimentado. O Fluminense criou a primeira boa chance logo aos dois minutos. Após boa troca de passes, Everaldo chutou na rede pelo lado de fora. O lance animou os tricolores, que chegaram novamente com perigo quatro minutos depois. Everaldo recebeu passe de Ganso e finalizou para boa defesa de Gatito Fernández.

O Botafogo buscava os avanços, mas sem sucesso. Com mais posse de bola, o Fluminense dominava o clássico e criou nova chance aos 12 minutos. Everaldo tentou o cruzamento, mas a zaga tirou para a frente da área. Airton apareceu de surpresa e chutou com perigo.

Os alvinegros só criaram sua primeira boa oportunidade aos 23 minutos. Erik arriscou de fora da área, mas viu a bola ir por cima do travessão. Só que no minuto seguinte, o Fluminense abriu o placar no Maracanã. Everaldo cruzou rasteiro para Ganso apenas tocar para a rede.

O revés fez o Botafogo aumentar a busca pelo ataque. Tanto que aos 29 minutos, os alvinegros quase empataram em chute de Marcinho. O goleiro Rodolfo conseguiu espalmar e a bola ainda bateu no travessão. O Fluminense não mudou sua postura e teve nova chance em falta cobrada por Ganso que foi próxima ao gol.

Na parte final, o Fluminense manteve a posse de bola, mas com menos objetividade. O Botafogo melhorou a marcação, mas seguia tendo dificuldade no ataque. Assim, os tricolores foram para o intervalo a frente no placar.

No segundo tempo, o Botafogo chegou ao empate com menos de um minuto. Diego Souza tocou para Alex Santana na área. O meia passou pelo marcador e finalizou para a rede.

O revés foi sentido pelos tricolores, que viram o adversário chegar com perigo com mais frequência na sua área. Diego Souza era o destaque no Botafogo, prendendo a bola no ataque. Aos poucos, o Fluminense melhorou e voltou a ter mais posse de bola. No entanto, os lances de perigo pararam de acontecer no Maracanã.

Somente aos 22 minutos, o Fluminense quase marcou o segundo. Após cruzamento na área, Matheus Ferraz cabeceou para boa defesa de Gatito Fernández. Dois minutos depois, foi a vez de Gilberto surpreender o goleiro botafoguense e chutar cruzado próximo ao gol.

Os tricolores voltaram a ficar dominar o clássico e tiveram ótima chance aos 34 minutos. Após escanteio, a bola sobrou para Luciano na área. O atacante chutou e viu Gatito Fernández salvar os botafoguenses.

Na parte final, o Fluminense manteve a posse de bola e buscou mais o gol que o Botafogo. Os alvinegros erravam muito no setor ofensivo, mas também não sofreram com os tricolores. Assim, o clássico permaneceu igual até o apito final.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 1 BOTAFOGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 17 de março de 2019 (Domingo)
Horário: 19h(de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa (RJ) e Andréa Marcelino de Sá (RJ)
Renda: R$ 559.075,00
Público: 17.173 pagantes
Cartões amarelos: Airton (Fluminense); Marcinho, Jean e Alex Santana (Botafogo)
Cartões vermelhos:
GOLS
FLUMINENSE: Paulo Henrique Ganso, aos 24min do primeiro tempo
BOTAFOGO: Alex Santana, aos 38s do segundo tempo

FLUMINENSE: Rodolfo, Gilberto, Matheus Ferraz, Léo Santos e Caio Henrique; Airton, Bruno Silva (Allan) e Paulo Henrique Ganso; Luciano, Everaldo e Yony González (Mateus Gonçalves)
Técnico: Fernando Diniz

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Marcinho, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Jonathan; Jean (Gustavo Bochecha), Alex Santana e Cícero (João Paulo); Luiz Fernando (Rodrigo Pimpão), Diego Souza e Erik
Técnico: Zé Ricardo

Fonte: Gazeta Esportiva





Comentários

Destaques no DOL