Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Esporte / Mundo

CRIME

Treinador retira equipe de campo após insulto homofóbico a jogador

Landon Donovan, co-proprietário e treinador do San Diego Loyal, que joga na USL Championship, Landon Donovan, que também é co-proprietário da equipe do San Diego Loyal decidiu não continuar a partida após as ofensas

sexta-feira, 02/10/2020, 09:42 - Atualizado em 02/10/2020, 19:53 - Autor: Com informações Trivela


O time vencia a partida e estava prestes a se classificar para os playoffs da competição, mas a equipe resolveu lutar pelos direitos de cada um
O time vencia a partida e estava prestes a se classificar para os playoffs da competição, mas a equipe resolveu lutar pelos direitos de cada um | Divulgação/San Diego Loyal

Landon Donovan, treinador do San Diego Loyal, equipe da USL Championship, segundo escalão do futebol nos Estados Unidos, retirou sua equipe de campo, na noite da última quarta-feira (30), após um de seus jogadores, abertamente gay, ter sido insultado por um adversário.

A equipe do San Diego Loyal  vencia por 3 a 1 o Phoenix Rising, ainda no primeiro tempo quando Collin Martin, meia do Loyal que é homossexual, teria sido discriminado com um insulto homofóbico supostamente em um dialeto jamaicano por parte de Junior Flemmings, do Rising.

Os jogadores do Loyal cercaram o árbitro para reclamar do episódio, enquanto à beira do gramado Donovan discutia com o treinador do Phoenix Rising, Rick Schantz. Neste instante, um jogador do Loyal se aproximou de Schantz e disse: “Não se faça de bobo, você sabe o que significa”.

Depois do intervalo, sua equipe havia decidido que, se o jogador não fosse retirado do jogo, seja pelos árbitros ou por seu treinador, Schantz, o time todo deixaria a partida. “Porque se eles não estão dispostos a agir, então nós precisamos agir, não temos escolha”, explicou Donovan, que é ex-jogador da seleção norte-americana.

“Nossos jogadores disseram que não iriam aceitar aquilo. Eles estavam conscientes naquele momento de que estavam abrindo mão de qualquer esperança de chegar aos playoffs. Eles estavam derrotando um dos melhores times da liga, mas disseram que não importa, que há coisas mais importantes na vida, que é preciso defender aquilo em que acreditamos. Então, eles tomaram a decisão de sair, e eu tenho um orgulho tremendo desse grupo e dessa organização de que faço parte”, contou Donovan, em vídeo publicado pela conta oficial do San Diego Loyal no Twitter.

O confronto entre as equipes foi o último da fase regular da temporada da USL Championship. O Loyal brigava por uma vaga nos playoffs da competição e na rodada passada já havia abdicado do ponto conquistado no empate com o Los Angeles Galaxy II depois de um jogador do time adversário, Omar Ontiveros, ofender racialmente um atleta negro do Loyal, Elijah Martin, e também não ser expulso. Neste caso, no entanto, Ontiveros foi suspenso pela liga e, em sequência, cortado do grupo por parte do Galaxy II.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS