Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
Pará

Lyoto Machida é investigado pelo Ministério Público do Pará

terça-feira, 04/06/2019, 12:33 - Atualizado em 07/06/2019, 10:58 - Autor:


O lutador de MMA, Lyoto Machida, está sendo investigado pelo Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) por possíveis irregularidades em pagamento durante a passagem da tocha olímpica pelo estado do Pará, em 2016. O desportista foi um dos escolhidos para conduzir o símbolo da Olimpíada Rio 2016 na capital paraense. 


O inquérito foi instaurado pela 2ª promotora de justiça de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa, Mariela Corrêa Hage. De acordo com informações do Portal da Transparência, Lyoto recebeu o valor de R$ 21 mil para participar do revezamento da tocha. 


Veja o documento:



O MPPA já requisitou à Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) e ao Tribunal de Contas do Estado a prestação de contas e julgamento do contrato. 


O DOL entrou em contato com a assessoria do lutador, que emitiu uma nota afirmando que "o atleta Lyoto Machida mora nos Estados Unidos, onde já residia na época das Olimpíadas. Em decorrência de sua agenda de viagens para o Pará, a Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL) assumiu os custos de logística e também aproveitou sua presença para organizar uma palestra do atleta para crianças e jovens atendidos pelos projetos sociais do governo.

Para Lyoto, conduzir a tocha olímpica foi uma honra. Ele realizou o sonho de participar de uma Olimpíada de uma maneira diferente, conduzindo seu principal símbolo. 

Como lutador profissional, o atleta tem diversos compromissos desta natureza. Ele ministra seminários em outros continentes como Europa e Ásia, palestras no Brasil inteiro, e é remunerado por isso, o que demonstra unicamente o respeito que os contratantes têm pelo seu trabalho. Os advogados de Lyoto acreditam que a SEEL irá explicar exatamente o que ocorreu."


(DOL) 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS