Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


25°
R$
Pará

Remo pretende não dar mole no duelo fora de casa contra o Luverdense

sábado, 11/05/2019, 10:44 - Atualizado em 11/05/2019, 10:44 - Autor:


De um lado, uma equipe que ainda não perdeu na Série C 2019. Do outro, um time que ainda não venceu na competição. Nesta terceira rodada da Terceirona, Clube do Remo e Luverdense irão se enfrentar em fases totalmente distintas uma das outras, às 17h15 deste sábado, no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT), porém, com o objetivo central que é buscar a vitória.


Para os azulinos, em caso de triunfo, o combate pode engrandecer e aumentar a confiança do grupo, seja pela somatória de pontuação ou pela manutenção da invencibilidade, tanto no campeonato quanto em confrontos diretos frente ao LEC, que nunca bateu o Leão.


Mesmo com as dúvidas para o duelo, o treinador Márcio Fernandes deverá lançar ao time titular apenas uma alteração da formação que vinha atuando, que é a entrada do meia-armador Zotti na vaga de Douglas Packer, que se recupera de lesão. Dessa maneira, Rafael Jansen continuará na lateral-direita, assim como Emerson Carioca na referência do ataque.


A estratégia é dar solidez ao padrão de jogo estabelecido e, assim, minimizar os erros que ainda ocorrem em campo. Além do mais, a comissão técnica quer se precaver de qualquer tipo de surpresa adversária, que fará o possível para vencer em casa, algo que não acontece desde o dia 27 de março, ainda pelas quartas de final do Estadual.


Em contraste, o Remo se mostrou vivo como visitante, ao ter arrancado um empate com o Juventude-RS. Baseado no próprio caldeirão do Verdão, o Leão tem a vantagem. Em 2008, os paraenses aplicaram 2 a 1 e, de virada, no quintal dos mato-grossenses.


Vale lembrar que a vitória recente do Luverdense, por 1 a 0, em cima do Sinop, pelas quartas de final do Estadual, foi a última da sua sequência de seis partidas realizadas até o momento. Campanha diferente do Remo, que nos dez compromissos passados, tropeçou em apenas um, e por falha da defesa ao marcar contra.


SINAL DE ALERTA


Dessa maneira, para Márcio Fernandes, é fundamental o time entrar ligado para não dar brechas ao adversário e, assim, buscar o resultado o quanto antes.


“Veja bem, é mais um jogo duro que vamos ter na competição. Eles vêm de resultados ruins e vão querer mudar isso. Precisamos manter tudo o que pedimos ao longo da semana para sair, mais uma vez, de campo satisfeitos. O time vem evoluindo e vamos jogar para fazer uma partida sempre melhor que as passadas”, explicou o treinador.


Leão busca aprimorar o toque de bola




Carlos Alberto prevê evolução no desempenho da equipe azulina, hoje, e uma possível vitória, graças ao entrosamento. Foto Wagner Santana/Diário do Pará


O fundamento mais cobrado pela comissão técnica do Clube do Remo para partir em direção aos bons resultados, além de uma apresentação cada vez mais envolvente em campo, é o toque de bola. Inclusive, para esta partida contra o Luverdense, hoje, pela Série C, é esperada a paciência por parte da equipe azulina no passe, especialmente pelo embate ser fora de casa. Por isso, o papel dos jogadores do meio-campo será fundamental para a transição entre os setores do time: Zotti na criação, Ramires e Yuri no apoio e Carlos Alberto, mais adiantado, aparecendo como um terceiro atacante, como desempenhou nas duas rodadas iniciais da competição.


Dessa maneira, Carlos Alberto, para este jogo, acredita em um cenário positivo para o Leão, devido à evolução no entrosamento coletivo. “Desde que cheguei, percebi que o nosso técnico quer que a gente diminua os espaços para sair sempre jogando com a bola no pé. A gente mostrou isso na partida passada. Creio que vamos melhorar nas jogadas que não deram certo para este jogo e, se Deus quiser, sairemos com uma boa vitória de campo”, disse Carlos Alberto.


MÁ FASE


Luverdense projeta dar “resposta imediata”


Diferentemente do seu rival de hoje, o Luverdense entra em campo com a obrigação de buscar a vitória. O resultado, que levaria os três pontos para o saldo do Verdão na tabela, fará com que o grupo saia o quanto antes da zona de rebaixamento da chave B da Série C, a depender da combinação de resultados do chaveamento. Todavia, o triunfo neste momento levaria algo até maior do que a pontuação, que é a restauração da confiança da equipe.


Sem vencer há seis partida, o LEC, que vem de derrota na última rodada ao perder para o modesto São José (RS), vislumbra neste duelo em casa, a oportunidade para dar a volta por cima na competição e embalar de vez, assim, deixando para trás a má fase.


“É um momento delicado, mas isso não significa que estamos derrotados. Vamos entrar em campo para vencer. Jogo vai ser duro como todos que foram e todos que estão por vir. Precisamos dar uma resposta imediata”, destacou o técnico Júnior Rocha


(Matheus Miranda/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS