Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


24°
R$
Pará

Remo cita postagem do Paysandu e repudia racismo sofrido por jogador

quarta-feira, 08/05/2019, 17:22 - Atualizado em 08/05/2019, 19:17 - Autor:


Os atos de racismo sofridos por torcedores do Remo no jogo contra o Juventude chamaram atenção durante a semana e nesta quarta-feira (8), por meio de nota, o Leão Azul informou que um jogador sofreu atos racistas durante o jogo realizado no último sábado (4), em Caxias do Sul (RS).


Segundo nota, a diretoria do clube procurou os atletas do Clube e o atacante Emerson Carioca confirmou que recebeu insultos racistas por parte de um torcedor do time gaúcho.


Ao mesmo tempo que repudia o ato, a diretoria azulina agradece ao apoio do atacante Nicolas, do Paysandu, que comemorou o gol da vitória contra a Tombense-MG, na última segunda-feira (6), com uma espécie de flechada.


Visualizar esta foto no Instagram.

“Essa semana aconteceram alguns fatos e, inclusive, na minha terra, então a gente fica um pouco triste, chateado. É uma forma de protesto, também lembrando o Robgol, ídolo do Paysandu que marcou história. É uma maneira de protestar, a gente não pode mais aceitar esse tipo de situação, o futebol é um meio muito forte e é um canal que se pode tirar um proveito para minimizar o máximo possível essas situações. O pessoal do Pará sofreu lá em Caxias do Sul, essas questões de racismo, foram chamados também de índios, isso é um absurdo, não tem espaço para isso. Independente da rivalidade, nós temos que abraçar isso e tentar de certa maneira excluir esse tipo de comentário do futebol. Cada um fazendo a sua parte, a gente consegue”. Tem gaúcho mais paraense, humano e evoluído que o Nicolas? 👏🏻👏🏼👏🏽👏🏾👏🏿 ⠀ O que achas dessa entrevista do @nicolasjohann, ídolo @robgol09? Máximo respeito! ⠀ #Payxão #PSC #DigaNãoAoRacismo #SemXenofobia

Uma publicação compartilhada por Paysandu Sport Club (@paysandu) em



 


VEJA A NOTA NA ÍNTEGRA


Diante dos acontecimentos do último sábado (4) durante a partida contra o Juventude, em Caixas do Sul (RS), e após apurar com jogadores, comissão técnica e torcedores que estiveram no Estádio Alfredo Jaconi, o Clube do Remo vem a público repudiar os atos de injúria racial direcionados ao atleta Emerson Carioca, bem como todos os outros casos de mesma esfera.


O clube lamenta profundamente o ocorrido e presta solidariedade ao atacante e aos torcedores presentes. Esperamos que medidas legais sejam tomadas para que casos como esse não voltem a se repetir na sociedade. 


Por fim, agradecemos a manifestação e solidariedade do atleta Nicolas e dos clubes. E, reconhecemos que para tais pautas, não há cor, raça, credo, religião e muito menos escudos que nos diferenciem ou nos torne mais ou menos que o próximo.


O Remo volta a enfrentar um time gaúcho na Série C no dia 20 de maio, contra o Ypiranga-RS, em Belém.


  • E MAIS: Quer comprar material esportivo mais barato? Clique Aqui


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS