Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


25°
R$
Pará

No Paysandu, a reformulação é pra já!

terça-feira, 16/04/2019, 08:22 - Atualizado em 16/04/2019, 08:24 - Autor:


Virada a página do Parazão, competição em que o time encerrou sua participação na quarta colocação e, assim, sem vaga garantida na Copa do Brasil 2020, o Paysandu volta suas atenções para a disputa a Série C do Brasileiro. O Papão estreia na competição no dia 27 enfrentando o Ypiranga-RS, no Colosso da Lagoa, na cidade de Erechim, distante 375 quilômetros da capital gaúcha, Porto Alegre.



A expectativa entre os torcedores bicolores, agora, gira em torno da montagem do elenco do clube para encarar a Terceirona. Insatisfeita com o time formado para o Estadual, a Fiel cobra mudança radical no grupo. Não existia até ontem, no entanto, definição de quando a diretoria começará a anunciar as novas contratações, que, segundo antecipou o técnico Léo Condé, devem chegar, no mínimo, a seis novos atletas. Alguns desses jogadores já teriam fechado contratado com o clube. Em outros casos, as negociações estariam em andamento. Especula-se, na Curuzu, que o atacante Leandro Cearense, que vestiu a camisa bicolor nas temporadas de 2015/16/17 seria um dos atletas contratados. Mas, como de costume, a direção faz mistério, deixando para anunciar os contratados somente mais à frente.


Ao mesmo tempo em trata em uma frente das negociações, em outra, o clube começa a liberar alguns dos atletas que fizeram parte do grupo que disputou o Parazão. O primeiro deles foi o atacante João Leonardo, que se despediu do clube ontem. A lista de dispensas, segundo uma fonte bicolor, deverá incluir de sete a oito dos 29 jogadores que formam o elenco do clube. A liberação dos atletas, como tem sido rotineiro no clube, ocorrerá na base do conta-gotas, com os nomes dos dispensados sendo divulgados à medida que eles forem acertando como clube.


Com tão pouco tempo para o jogo de estreia na Série C, apenas 12 dias, Condé espera ter o mais breve possível o seu elenco formado para que possa montar a equipe para o jogo no Rio Grande do Sul a sua feição. O treinador ressaltou no último sábado, após a despedida do Papão do Estadual, que teve pouco tempo para “conhecer bem as características de cada um dos atletas do clube” e também para ministrar os treinamentos. “Não tive semana cheia para trabalhar. Só agora, tendo pouco tempo para a nossa estreia no Brasileiro, isso será possível”, declarou.


Apesar da pressa do treinador, a equipe bicolor terá que ir se arrumando dentro da Série C, visto que os atletas que chegarão ao clube ainda se submeterão aos tradicionais exames médicos e testes físicos, o que demanda certo tempo.


João Leonardo é o 1º a sair


O atacante João Leonardo se despediu, ontem, do Paysandu sem ter jogado uma só partida pelo time no Estadual. O jogador foi uma espécie de turista na Curuzu, menos por sua própria culpa e mais pela responsabilidade, primeiro, do técnico João Brigatti e, depois, de Léo Condé, que não utilizaram o atleta, mesmo a despeito de o ataque do time não ter surtido efeito. Mas Leonardo não foi o único jogador do elenco a não ser utilizado na competição local. Outros seis atletas também foram mais torcedores que profissionais do clube.


Assim como Leonardo, o goleiro Douglas Silva também não chegou a estrear com a camisa bicolor. O atleta vindo do Juventude-RS, porém, até aqui continua compondo o elenco. Os outros atletas que apenas assistiram aos companheiros em campo foram Paulo Ricardo, Afonso, Yure, Victor Diniz e Bruce, todos eles promovidos da base do  clube. A expectativa, quando da contratação de Condé, era de que Leonardo fosse utilizado, já que o atleta chegou a ser comandado pelo treinador na Caldense, de Minas Gerais, em 2015. Leonardo se despediu da Fiel nas redes sociais. Ele postou: “Sonhei junto, acreditei junto, ficou um espaço no realizar, mas, quem sabe, em um futuro próximo, nunca saberemos os planos de Deus”, escreveu Leonardo.


A lista de atletas que não disputarão a Série C pelo Paysandu ainda não foi anunciada pela diretoria do clube. Mas a relação poderá incluir jogadores que estão com contrato se encerrando no final deste mês. Fazem parte desse grupo o goleiro Douglas Silva, o zagueiro Fábio Alemão, o meia Leandro Lima e o atacante Paulo Rangel.


Em conversa com o Bola recentemente, o presidente Ricardo Gluck Paul chegou a comentar a possibilidade de os atletas não terem seus vínculos renovados com o clube. “São jogadores que estão com seus contratos prestes a encerrar e que, portanto, não se pode dizer que serão dispensados”, declarou.


Aqui você vai encontrar materiais esportivos de todas as marcas. Camisas de grandes clubes nacionais e internacionais. Acesse e confira!


ATLETAS COTADOS PARA SAIR


Douglas Silva foi o único que não chegou a estrear com a camisa do clube. Já os demais tiveram participação apenas discreta com a camisa bicolor. Já Alemão não teve vez em sua real posição, visto que Micael e Victor Oliveira se constituíram nos zagueiros titulares da equipe.


Nas vezes em que foi improvisado na lateral-direita, diante do São Francisco e do Independente, o defensor mostrou claramente não ter o menor cacoete para atuar pela beira do campo. Leandro Lima não fez jus à camisa 10 da equipe, não conseguindo fazer uma só partida convincente. Por outro lado, Paulo Rangel não comprovou o faro de matador, já que em 11 partidas pelo clube marcou míseros dois gols.


 (Nildo Lima/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS