Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
Pará

Ex-dirigente que 'fechou' o Baenão promete R$50 milhões de investimento no Remo

sábado, 23/03/2019, 10:37 - Atualizado em 23/03/2019, 12:14 - Autor:


Em um vídeo que viralizou nas redes sociais, o ex-presidente do Clube do Remo, Zeca Pirão, informa ao radialista Paulo Fernando, da Rádio Clube do Pará, que conhece um grupo de empresários que está disposto a investir de forma ampla no Leão Azul. O vídeo é apenas um trecho do programa 'Chumbo Grosso', comandado pelo radialista.


Segundo o ex-presidente, os empresários estão dispostos a investir no Remo mais de R$50 milhões ao longo de 20 anos, tendo como grandes objetivos revelar novos talentos e colocar o Leão na Série A, o que não ocorre desde 1994.


De acordo com Pirão, o Remo 'não perderia nada' e passaria a ser 'administrado' por este grupo de empresários e também três gestores, em um novo modelo de organização. Além disso, ele comentou também que "o Remo não dá lucro, não conheço um presidente que não saiu devendo".


O ex-presidente azulino ainda complementou, sem citar dados e fonte alguma: "não existe presidente que faz isso, nem no Brasil, nem no mundo todo" sugerindo, então, que até gigantes europeus possuem dívidas e estão com grandes problemas financeiros, tal qual o Leão.


Assista o trecho:



Veja o programa na íntegra:



E você, torcedor, acredita na proposta? 


HISTÓRICO


Em 2013, Zeca Pirão azzumiu a presidência do Clube do Remo após a renúncia de Sérgio Cabeça. Foi ele o responsável por levar a proposta de reforma do estádio Evandro Almeida, o Baenão, ao Conselho Deliberativo do clube, que foi aceita.


No projeto, haveria a construção de área VIP, bar, lounge, salas multiuso e 30 camarotes. Depois de um início até promissor, tudo começou a desandar e o Baenão foi praticamente abandonado, em que nem Pirão conseguiu concluir as obras nem seus sucessores.


A última partida do Remo em sua própria casa ocorreu em 26 de março de 2014. O estádio segue sem previsão de volta para ser utilizado em jogos oficiais.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS