Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


26°
R$
Pará

Paysandu: Erros não podem se repetir no Re-Pa

segunda-feira, 18/03/2019, 08:25 - Atualizado em 18/03/2019, 08:26 - Autor:


Um erro com pouco mais da metade do segundo tempo já jogado fez com que o Paysandu cedesse o empate ao Castanhal. A falha foi criticada pelo ex-técnico João Brigatti que pediu, ao término da partida, mais atenção dos jogadores para os próximos jogos, sobretudo o Re-Pa da próxima rodada no dia 24, no Mangueirão.



“Uma falha individual nossa. Temos que ter o entendimento que isso não aconteça mais, porque nos custou os três pontos”, criticou o ex-técnico. “Temos de saber e ter o entendimento de que precisamos buscar sempre a vitória”, alertou o ex-comandante bicolor, que admitiu que o time, de uma forma geral, ficou devendo na partida.


“Na verdade, você tem que entender que no futebol, às vezes você não consegue. Não fomos felizes no arremate e na última bola. Esse é daqueles dias que se batalha, batalha e batalha e não acontece a vitória”, lamentou. Em seguida, Brigatti procurou exaltar o grupo que comanda.


“Acho que o elenco é forte e tem qualidades”, avaliou. O ex-treinador também foi questionado sobre a atuação da dupla de meio de campo formada pelos meias Thiago Primão e Leandro Lima, dobradinha que acabou não dando certo. “Na minha cabeça, imaginava os dois trabalhando fechados por dentro. São dois jogadores de qualidade”, disse. “O Primão ficou um tempo sem jogar devido à questão de transferência e o Leandro, infelizmente, perdeu o pênalti”, comentou, admitindo que não deu certo.


Aqui você vai encontrar materiais esportivos de todas as marcas. Camisas de grandes clubes nacionais e internacionais. Acesse e confira!


Placar desagradou geral no estádio da Curuzu


O empate de ontem não deixou chateado apenas o torcedor que foi à Curuzu, viu o jogo pela televisão ou acompanhou pelo rádio e a internet. Os próprios jogadores do Paysandu deixaram o campo descontentes com o 1 a 1, que atrapalhou os planos do time de garantir logo ontem, antecipadamente, uma das vagas do Grupo A2 para a fase semifinal do Parazão.


“Foi um dia ruim. A gente queria sair com uma vitória, mas não foi possível”, lamentou o volante Caíque Oliveira. “Agora é descansar e pensar no Re-Pa”, lembrou o meio-campista, salientando que dos males o menor, já que o empate manteve o Papão sem derrota no Estadual. “Felizmente conseguimos manter a invencibilidade do time”, observou.


O zagueiro Victor Oliveira foi outro que lamentou o empate dentro de casa. “A gente criou bastante, mas fomos infelizes numa saída de bola e isso acabou sendo determinante para esse empate”, analisou. “Agora temos de acertar algumas coisas durante a semana para o Re-Pa”, arrematou. “Vamos trabalhar a semana toda, centrar, para que a gente possa fazer um grande clássico”, disse o atacante Paulo Henrique, autor do gol bicolor.


(Nildo Lima/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS