Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


29°
R$
Pará

Líder geral do Parazão, João Brigatti ainda busca aprimorar a equipe para ter ‘show”

quinta-feira, 14/03/2019, 09:39 - Atualizado em 14/03/2019, 10:02 - Autor:


Avitória sobre o São Francisco, na rodada passada do Parazão, pode até ter empolgado além da conta os torcedores bicolores e até mesmo levado alguns deles a já sonhar com a recuperação da hegemonia do futebol paraense pelo clube. Mas, para o técnico João Brigatti, o time precisa calçar as “sandálias da humildade”, evitando se deixar contagiar pela euforia vinda das arquibancadas. O treinador entende até que a equipe trilha o caminho certo rumo ao título do Parazão, todavia, segundo ele, o grupo ainda precisa de alguns ajustes, a fim de não se deparar com surpresas no restante da competição.



“Você não pode querer tudo de uma vez. Lógico que a gente também não está contente. Nós queremos uma equipe ganhando e dando show”, salienta o comandante bicolor. Ele ressalta que a mesma torcida, que mostra tanto entusiasmo, também quer seu time indo além do que vem mostrando no Estadual, do qual é líder do Grupo A2 e de toda a competição, com 17 pontos, estando invicta e há cinco jogos sem sofrer gol. “A torcida, quando você trabalha em um grande clube, quer que se apresente um futebol de espetáculo, só que você tem que ir por partes”, ensina o técnico.



DEFESA


A primeira preocupação do treinador, conforme revela, é aperfeiçoar o setor de defesa, que tem assimilado bem os ensinamentos passados por ele. “Primeiro você tem que não perder, arrumar o sistema defensivo, depois o sistema de meio de campo. Com o passar dos jogos e treinamentos, o último passe vai se tornar muito perigoso para o adversário”, descreve Brigatti.


Com a defesa sinalizando de forma positiva, o comandante bicolor foca agora com mais intensidade, nos setores de meio de campo e ataque, sem, no entanto, se descuidar da “cozinha” da equipe. “Ajustamos a nossa defesa, o que nos dá uma tranquilidade boa para poder trabalhar, principalmente, o setor do meio de campo para o ataque, para termos essa qualidade no último passe e, aí sim, darmos espetáculo”, explica.


Aqui você vai encontrar materiais esportivos de todas as marcas. Camisas de grandes clubes nacionais e internacionais. Acesse e confira!


O treinador espera que no jogo de domingo (17), contra o Castanhal, na Curuzu, a equipe dê continuidade a evolução que vem passando. A principal preocupação dele e, principalmente dos assistentes da parte física, está relacionada ao fato de a partida acontecer no período da manhã, a partir das 10h, quando, normalmente, a temperatura em Belém costuma ser mais alta. Assim foi contra o Bragantino no primeiro jogo matinal da equipe na temporada.


(Nildo Lima/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS