Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
Brasil

Eliminado com falhas em 2011 e 2015, Thiago Silva reencontra o Paraguai

quarta-feira, 26/06/2019, 07:15 - Atualizado em 26/06/2019, 07:15 - Autor:


As últimas duas eliminações do Brasil no mata-mata da Copa América tiveram dois fatores em comum: foram diante do Paraguai, nas quartas, e tinham o zagueiro Thiago Silva no onze titular. Na Arena do Grêmio, às 21h30 (horário de Brasília) da quinta-feira, o defensor do Paris Saint-Germain e da Seleção terá a oportunidade de se redimir do incômodo cenário recente.

Em 2011, os comandados de Mano Menezes encararam o esquadrão paraguaio com Júlio César no gol; Maicon, Lúcio, Thiago Silva e André Santos na zaga; Lucas Leiva, Ramires e Ganso no meio; por fim, pelo ataque, estavam Robinho, Neymar e Alexandre Pato.

Depois do 0 a 0 no tempo normal e prorrogação, o Brasil teve péssimo desempenho nas penalidades máximas. O próprio Thiago Silva, além de Elano, André Santos e Fred desperdiçaram seus pênaltis, enquanto Barreto e Estigarribia conferiram para o Paraguai.

Caso Neymar não tivesse sido cortado da edição de 2019 da Copa América, por lesão, o atual elenco de Tite teria, portanto, dois remanescentes da eliminação brasileira de 2011 no mata-mata da competição internacional. Em 2016, na Copa América Centenário, o Brasil de Dunga caiu ainda na fase de grupos.

Já em relação à eliminação de 2015 no torneio, dentre os atuais convocados do Brasil, permanecem oito jogadores. São eles: Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda, Filipe Luís, Fernandinho, Coutinho, Willian e Roberto Firmino.

No dia 27 de junho de 2015, Brasil e Paraguai ficaram no 1 a 1 durante os 90 minutos, em partida que contou com nova falha de Thiago Silva. O zagueiro colocou a mão na bola dentro da área, em um lance bizarro, e acabou permitindo o empate dos paraguaios quando Derlis González balançou as redes. Nos pênaltis, nova eliminação da Seleção.

A escalação que Dunga escolheu para o jogo teve Jefferson no gol; Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda e Filipe Luís; Fernandinho, Elias e Philippe Coutinho; Willian, Robinho e Roberto Firmino. Marquinhos e Casemiro, presentes no atual elenco de Tite, ficaram no banco de reservas daquele embate.

Fonte: Gazeta Esportiva

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS