Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
Brasil

Felipe Melo não vê Seleção e sugere clubismo: “Ou não entendo b… nenhuma”

sexta-feira, 21/06/2019, 20:30 - Atualizado em 21/06/2019, 20:30 - Autor:


Líder invicto do Brasileirão, nas oitavas de final da Copa Libertadores e nas quartas da Copa do Brasil, o Palmeiras vive um ano mágico até agora. Mesmo assim, o excelente momento não foi refletido na convocação de Tite para a Copa América. O técnico da Seleção não chamou nenhum jogador do Verdão e convocou apenas três nomes que atuam no Brasil, que são Fagner e Cássio, do Corinthians, e Everton, do Grêmio.

Em evento da Adidas, na Vila Leopoldina, na tarde desta sexta-feira, o volante Felipe Melo fez duras críticas à lista e mencionou um “clubismo” por parte do treinador gaúcho.

“Vou ser bem sincero, eu achei uma… não é sacanagem, mas não ter nenhum jogador do atual campeão brasileiro. Um time que vem de 32 jogos sem perder no Campeonato Brasileiro, que pode ser que daqui para frente não ganhe mais nada, mas que hoje tem o melhor ataque e defesa, tanto no Brasileiro como na Libertadores, também na Copa do Brasil e não ter nenhum jogador, tem coisa errada. Ou eu entendo b… nenhuma de futebol, ou existe um clubismo muito grande lá dentro”, disse o jogador.

Além de ser o atual campeão, o time de Felipão defende uma invencibilidade de 32 jogos seguidos sem perder na elite nacional, com 25 vitórias e mais sete empates, contabilizando com o ano passado. O experiente jogador de 35 anos foi mais enfático sobre a Seleção e disse que sequer acompanhou uma partida da competição continental.

“Eu não assisti os jogos (da Copa América) porque eu prefiro não assistir, do que torcer contra. Sobretudo porque eu tenho pessoas que tenho muita consideração, tanto jogadores quanto da comissão técnica, então prefiro deixar chegar um jogo contra o Uruguai, por exemplo, para eu torcer bastante para o Brasil ganhar. Quando a gente esquece um pouco de injustiça e clubismo, e torce porque somos patriotas. Não assisti os jogos, só vi as cornetas do pessoal depois”, enfatizou.

A Seleção Brasileira define seu futuro na Copa América neste sábado, dia 22, quando encara o Peru pela última partida da fase de grupos. Por fim, o Pitbull ponderou sobre as decisões de Tite.

“Existem atletas na Seleção Brasileira que tem história e não estão ali por um clubismo, ou por um cara falar muito ou pouco, estão ali por méritos próprios. Eu não entendo, mas a gente aceita porque são opções, decisões tomadas. São decisões que no futuro você vai ver se são acertadas ou não. Só não entendo como pode um time que tem jogado muito bem, tem grandes jogadores, não ter pelo menos um na Seleção”, concluiu Felipe Melo.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Fonte: Gazeta Esportiva

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS