Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
Brasil

Neymar pai diz que “prefere crime de internet a de estupro” e da sua versão do caso

terça-feira, 04/06/2019, 15:55 - Atualizado em 04/06/2019, 15:55 - Autor:


Após acusação de estupro contra Neymar divulgada no último sábado, o pai do atleta falou pela segunda vez sobre o caso, na última segunda-feira, na Band. Participando de programa matutino, Neymar pai defendeu o vídeo divulgado pelo jogador em sua conta do Instagram e deu sua versão detalhada do ocorrido em Paris.

“Não tínhamos escolha. Eu prefiro um crime de internet a de estupro. Foi o Instagram que tirou (o vídeo). Pelas regras do Instagram estava normal. Ele preservou a imagem, o nome. Ele precisava se defender rapidamente. É melhor ser verdadeiro e mostrar o que aconteceu. Sabíamos da chantagem, mas não da coragem de fazer um B.O. em cima de uma situação dessas”, declarou Neymar pai no programa.

“Era um risco que iríamos correr, mas tomamos as providências de auxiliar em relação a isso. Se esperássemos a Justiça decidir, até hoje eu sou chamado de sonegador. Eu não posso deixar isso acontecer, conversei com o Neymar, muito. É melhor pagar por ser inconsequente do que por estupro. Ele tem mãe, irmã e pai. Ele queria defender a família dele. Qual filho não quer ser orgulho para a família? Graças a Deus ele tem feito o papel dele. Se a vontade da menina é procurar os direitos dela, cabe à Justiça determinar”, seguiu.

Com a divulgação da existência do Boletim de Ocorrência denunciando estupro no sábado, o camisa 10 do PSG publicou vídeo de cerca de sete minutos em sua rede social, desmentindo as acusações da mulher que protocolou o processo e exibindo o que seria uma conversa com ela.

“Estamos tranquilos em relação a tudo. Estamos prevenidos às coisas que iriam acontecer. Era uma escolha tornar público a situação porque sabemos o tamanho do Neymar e tudo o que diz respeito a ele fica grande, fica uma especulação fora do comum. Quando a gente percebeu que chegaria a público através de uma extorsão, procuramos nossos advogados, recebemos essas pessoas para saber o que elas queriam. Quando fomos informados vimos que era dinheiro e negamos. Fui procurado por um advogado que se dizia representante dessa moça”, acrescentou.

Neymar pai também contou a sua versão do que ocorreu no encontro da mulher com Neymar em Paris. “O ressentimento que ela teve é que o Neymar não deu essa importância e ele tinha que treinar. Ela queria que ele fosse de qualquer jeito. Quando ele vai no segundo dia, ele vê o celular dela e percebe que ela está filmando. Nós sabemos que ela tem uma imagem e seria importante soltar o vídeo. Ela mandou coisas dizendo que tem o vídeo”, disse o empresário.

“Ela queria agredir ele… Ele se joga para a cama e tenta acalmar ela e pede para ela ir embora. O Neymar consegue acalmar, sai do hotel e dá a passagem para ela voltar (para o Brasil). Ficou essa confusão, mas sabíamos que isso iria chegar de alguma forma. Ele entra no quarto e tenta gravar a conversa, mas ele erra tudo. Ele sabia que tinha alguém filmando, mas ele erra, põe o celular no bolso. Ela insiste que ia apresentar quatro mulheres para ele”, narrou.

Fonte: Gazeta Esportiva

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS