Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
Brasil

Copa América de 1983: revivendo o Maracanazo

terça-feira, 04/06/2019, 08:25 - Atualizado em 04/06/2019, 08:25 - Autor:


A 32ª edição da Copa América foi a última a ser realizada sem sede fixa. Ou seja, o torneio funcionava no sistema de “ida e volta”: uma partida em casa e outra fora. Participaram as seleções de todos os dez países da Conmebol. Os hermanos quebraram uma marca de mais de uma década. Por outro lado, os brasileiros contaram com muita sorte para chegar na decisiva, mas reviveram um episódio nem um pouco legal de sua história.

O torneio marcou o fim do tabu de 13 anos sem vitória da Argentina sobre o Brasil. O atual técnico da seleção do Peru, Ricardo Gareca, foi quem marcou o único gol daquela peleja. Mesmo com mais de uma década de invencibilidade brasileira, as seleções se enfrentaram apenas 13 vezes nesse intervalo de tempo.

Para a Seleção Canarinha chegar à final, uma coisa, que hoje em dia seria surreal, aconteceu. Na semifinal entre Brasil e Paraguai, como não havia um critério de desempate e nem era prevista prorrogação ou cobrança de pênaltis para situações de empate, a partida foi decidida no cara-ou-coroa. A vaga foi decidida no lançamento de uma moeda. O Brasil, então comandado por Carlos Alberto Parreira (em sua primeira passagem na Seleção), se deu bem e conseguiu avançar para a final.

Sempre que Uruguai e Brasil jogam, ainda mais em uma final em território verde-amarelo, comparações com a melancólica final da Copa do Mundo de 1950 são inevitáveis. Na capa de A Gazeta Esportiva de 5 de novembro de 1983, que noticiou a conquista da Copa América pelo Uruguai em cima do Brasil e em plena Fonte Nova, a manchete deixa claro que o Maracanazo permanece vivo entre os brasileiros: “33 anos depois, Uruguai faz nova festa no Brasil”. A Celeste ganhou por 2 a 0 a primeira partida em Montevidéu e conseguiu arrancar um empate por 1 a 1 em Salvador. Dessa forma, conquistaram o caneco de número 12 e os verde-amarelos acumularam 9 vices.

Fonte: Gazeta Esportiva

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS