Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
Brasil

Everton espera aprendizado com a Seleção na Copa América

domingo, 02/06/2019, 15:10 - Atualizado em 02/06/2019, 15:10 - Autor:


19º jogador a se apresentar na Granja Comary, o atacante Everton concedeu entrevista coletiva na tarde deste domingo, em Teresópolis. Um dos mais jovens e com menos convocações do elenco, o atacante do Grêmio falou sobre a oportunidade de aprendizado com a camisa da Seleção Brasileira na disputa da Copa América.

“Estou procurando desfrutar o máximo aqui e aprender com esses caras para me preparar. Acho que nesses últimos dois anos venho fazendo um excelente Campeonato Brasileiro. Estou em uma crescente muito grande. Ser um atacante de lado que faz bastante gols tem me ajudado bastante, tenho muito a crescer e espero aprender muito aqui”, declarou.

O atleta do Tricolor Gaúcho poderá ter duas oportunidades de atuar no Rio Grande do Sul vestindo a Amarelinha. A primeira pode ser no amistoso contra Honduras, no Estádio Beira-Rio. Já a segunda será na Copa América, caso o Brasil se classifique em primeiro lugar do Grupo A. Everton disse que conta com o apoio do torcedor gaúcho.

“Espero que eles possam nos acolher. Jogando lá, a gente vai tentar fazer o fator casa valer a pena. Vamos impor o nosso ritmo de jogo dentro de campo, com a atmosfera que vem das arquibancadas. Se a torcida estiver do nosso lado vai nos ajudar muito”

Sobre jogar no estádio do rival Internacional, o atacante falou que já espera alguns xingamentos.

“Com certeza vai rolar alguns xingamentos, mas o que está em jogo é a seleção. Então espero ter a torcida a nosso favor para conseguir os resultados”, afirmou.

Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Esta convocação tem mais um ingrediente especial para Everton. O atacante reencontrará o meia Arthur, que já foi seu companheiro nas categorias de base e no time profissional do Grêmio. Segundo ele, é um sonho de criança representar a seleção ao lado de um ex-companheiro.

“Tive oportunidade de jogar com o Arthur desde a base. Comecei com ele no Grêmio e fico muto feliz pelo patamar que atingiu. Com certeza é um espelho não só para mim, mas para os mais jovens. Que a gente possa chegar no alto nível que ele chegou. Fico muito feliz de reencontra-lo aqui, porque sempre foi um sonho representar a Seleção, ainda mais com os seus companheiros de categorias de base”, finalizou.

Fonte: Gazeta Esportiva

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS