Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
Brasil

Copa América de 1975: eliminado pela sorte

domingo, 02/06/2019, 08:10 - Atualizado em 02/06/2019, 08:10 - Autor:


Depois de quase dez anos sem uma competição sul-americana entre seleções, o campeonato voltou e com regras novas. A partir de 1975, começou a ser chamado oficialmente de Copa América e não possuía mais sede fixa, incluindo os dez países da Conmebol.

O torneio passou a ser disputado em uma primeira fase com três grupos de três, com o líder de cada um se classificando para as semifinais – o campeão da edição anterior já entrava direto no mata-mata. Nesta segunda etapa da competição, como não havia sede fixa, as partidas eram jogadas em ida e volta. Depois de quase uma década sem ser disputado, o torneio voltou presenciando placares elásticos e uma situação bem inusitada.

O Brasil fez uma excelente primeira fase. Em um grupo que competia com a Argentina, os verde-amarelos tiveram 100% de aproveitamento. Além dessas duas seleções, no grupo também estava a Venezuela, que sofreu 26 gols e marcou apenas 1 em seis partidas. Aliás, foi em uma partida contra os venezuelanos que os hermanos aplicaram a segunda maior goleada de sua história: 11 a 0.

Classificada para as semifinais, a Seleção Brasileira enfrentou o Peru. Os brasileiros eram claramente os favoritos, ainda mais pela campanha que vinham fazendo. Como o duelo seria em Belo Horizonte, foi convocado um combinado do estado de Minas Gerais. Mas uma derrota por 3 a 1 na primeira partida abalou a todos. A partir desse episódio, a CBD, atual CBF, estabeleceu que sempre iria com força máxima para os confrontos. Para a partida de volta, realizada em Lima, o Brasil levou seus craques e conseguiu vencer por 2 a 0.

Como não estava muito bem estabelecido no regulamento do torneio, para desempatar, não houve nem prorrogação, nem jogo extra, mas, sim, a sorte. O Brasil foi eliminado por um sorteio feito na Confederação Sul-Americana, como mostra uma notícia publicada por A Gazeta Esportiva de 5 de outubro de 1975. E o mais curioso é que, na final, a regra era outra. Não havia placar agregado. Assim, como a Colômbia ganhou o primeiro jogo, e o Peru, o segundo, foi necessária a realização de um duelo extra. No fim, os peruanos conseguiram conquistar o segundo caneco continental de sua história.

Fonte: Gazeta Esportiva

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS