Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
Brasil

Palmeirenses não opinam sobre polêmica com o Botafogo

quinta-feira, 30/05/2019, 23:05 - Atualizado em 30/05/2019, 23:05 - Autor:


Após a classificação do Palmeiras na Copa do Brasil, o Campeonato Brasileiro voltou a ser foco no Verdão, e isso inclui a polêmica com o Botafogo, que com um protesto no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), conseguiu anular temporariamente a derrota para o Alviverde. Felipão falou sobre o assunto, mas não quis opinar.

“Se altera o número de pontos, é o jurídico que tem que decidir. Não vamos falar nada como jogadores e técnico, pertence ao jurídico”, disse o treinador. Na zona mista, os atletas também não quiseram se manifestar sobre o assunto.

O Presidente do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), Paulo César Salomão Filho, determinou na noite desta terça-feira que a partida entre Botafogo x Palmeiras tenha seu resultado temporariamente anulado pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol). O clube Alvinegro alega erro de direito e pede a anulação do confronto, que será julgada pelo órgão.

A equipe carioca se baseia na alegação de que a partida já havia sido reiniciada no momento em que o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior decidiu acatar a recomendação do VAR e ir ver no monitor o lance que culminou na marcação de pênalti em Deyverson e, por consequência, no único palestrino no jogo.

A regra 5 da FIFA e o protocolo 8.12 do VAR elucidam que a decisão do juiz de campo não pode ser alterada pelo vídeo após a bola ser recolocada em jogo. O procurador-geral do STJD, Felipe Bevilacqua, porém, ressaltou que, mesmo no caso de um erro de direito, será julgada a relevância do caso e, até mesmo o fato de o árbitro ter supostamente acertado na decisão será levado em conta.

Fonte: Gazeta Esportiva

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS