Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
Brasil

Trio artilheiro da Era Tite tem a chance de reagir na Seleção Brasileira

quinta-feira, 30/05/2019, 05:10 - Atualizado em 30/05/2019, 05:10 - Autor:


A temporada europeia vai chegando ao fim e três dos principais jogadores da Seleção Brasileira não puderam desfrutar do mesmo sucesso dos últimos dois anos. Neymar, Gabriel Jesus e Philippe Coutinho são os artilheiros da Era Tite e fizeram sucesso entre 2016 e 2018, com a camisa amarelinha.

Juntos, marcaram 36 gols pela Seleção e comandaram a equipe nas Eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia. No Mundial, porém, Jesus passou em branco e Neymar, além de ter atuação comprometida por causa da lesão no pé, ficou marcado pelas simulações. Coutinho até que cumpriu bem seu papel.

Coutinho, Neymar e Jesus brilharam, juntos, nas Eliminatórias para a Copa da Rússia (Thomás Santos / MoWA Press)

Mas, desde então, a boa fase do trio em seus respectivos clubes também sofreu certo abalo. Neymar voltou a ser atormentado por lesões e a se envolver em polêmicas fora de campo pelo Paris Saint-Germain. Jesus perdeu espaço no Manchester City e Coutinho não conseguiu ser protagonista, ou ao menos de consolidar ao lado de Messi, no Barcelona.

O curioso é que os três foram campeões das ligas nacionais que disputam. As taças amenizaram, mas não esconderam a temporada apenas regular de Neymar na França, Jesus na Inglaterra e Coutinho na Espanha.

Artilheiros da Era Tite na Seleção:
Neymar: 14 gols
Gabriel Jesus: 13 gols
Philippe Coutinho: 9 gols

A Seleção Brasileira pode ser uma grande oportunidade para o trio se erguer ainda em 2019. Os trabalhos em conjunto já começaram na Granja Comary, em Teresópolis-RJ. A partir do dia 14 tem Copa América no Brasil, e Gabriel Jesus acredita que a sintonia provada em campo, em um passado recente, pode ser restabelecida.

“Acho é possível. Tenho certeza. Conseguimos uma vez, por que não outra? A Seleção tem jogadores de alta qualidade, que podem resolver. Foi uma temporada difícil para os três, porém ninguém esquece de jogar futebol. Sei da maneira que os dois jogam, e eles sabem da maneira que eu jogo. Então, o entrosamento continua”, avisou o jogador do Manchester City, sempre tentando observar o lado positivo dos cenários.

“Eu tive poucos minutos no City nesta temporada, mas meus gols aumentaram, minhas assistências aumentaram. Venho fazendo as coisas certas e me dedicando. E quando tiver oportunidade, posso ajudar minha equipe”.

A dedicação do ex-palmeirense realmente se faz necessária. Gabriel Jesus saiu de artilheiro do Brasil nas Eliminatórias para a Copa da Rússia para o pior desempenho de um centroavante da Seleção na história dos Mundiais.

“Venho aprimorando minhas finalizações, tanto com o pé como com a cabeça. Venho finalizando melhor. Eu quero evoluir isso. Se for analisar, eu nunca fui um cara que finalizou tanto a gol nos jogos. Ainda venho me adaptando como centroavante, tem três anos que jogo nessa posição, então, tenho que me aprimorar. Venho fazendo isso no City, venho treinando. Não posso mudar meu estilo de jogo, e sim evoluir. E é isso que tenho que fazer”, explicou.

Na terça-feira, quando Tite comandou um treino técnico, com bola, em campo reduzido, na Granja, Gabriel Jesus foi titular ao lado de Neymar. Philippe Coutinho jogou no time, em tese, reserva. Neymar acabou se machucando no fim da atividade e não apareceu no gramado nesta quarta. Já Jesus em breve deve ganhar a concorrência de Roberto Firmino, por ora concentrado com o Liverpool para a final da Liga dos Campeões.

Fonte: Gazeta Esportiva

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS