Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$
Brasil

“Boca fechada e trabalhar bastante”, afirma Cuca após eliminação

quinta-feira, 30/05/2019, 00:15 - Atualizado em 30/05/2019, 00:15 - Autor:


O técnico Cuca foi bastante sincero nesta quarta-feira, após a eliminação do São Paulo nas oitavas de final da Copa do Brasil. Passada a nova derrota para o Bahia por 1 a 0, o comandante tricolor projetou o futuro do elenco com poucas palavras e muito trabalho, principalmente durante a pausa para a disputa da Copa América.

“Silêncio e trabalho, é isso que temos que fazer. Vamos ficar de boca fechada, trabalhar bastante e ouvir bastante, que é o que vai acontecer”, afirmou Cuca, dando a entender que uma bronca considerável espera os atletas.

Nesta quarta-feira, o São Paulo entrou em campo sem Alexandre Pato, substituído por Helinho. O camisa 7 só entrou no segundo tempo por ainda não reunir condições físicas ideais, entretanto, o desempenho coletivo foi ruim. Novamente o Tricolor não conseguiu furar o forte bloqueio defensivo do Bahia e, sem criatividade, sucumbiu no contra-ataque adversário, assim como no jogo de ida, no Morumbi.

“A gente começou com Helinho, Toró, Everton, Hernanes chegando junto com Tchê Tchê. Acabamos com Hernanes, Tchê Tchê, Nenê,Igor Gomes e Pato. No melhor momento nosso, tomamos o gol. Eu seria leviano se dissesse que falta isso ou aquilo. A culpa maior é minha. Sou eu que não estou conseguindo fazer o São Paulo ganhar os jogos. A responsabilidade é minha”, prosseguiu Cuca, tentando blindar seus atletas.

Apesar da eliminação e do fato de o São Paulo ter chegado ao quarto jogo seguido sem balançar as redes, Cuca mostrou que não saiu completamente insatisfeito com o desempenho de sua equipe, mas sabe que ela está muito aquém das expectativas e cada vez mais pressionada por resultados a curto prazo.

“O time foi motivado hoje, jogou com inspiração, não fez um mau jogo. O Bahia é encaixado, difícil fazer gol no time do Bahia, marcação forte, saída de jogo rápida, a exemplo do Corinthians. O que é motivar? Chegar e falar palavra bonita para motivar? Tem que trabalhar. Eles estão isentos da derrota, a responsabilidade é minha”, concluiu.

Fonte: Gazeta Esportiva

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS