Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

Esporte Pará

Após críticas ao seu desempenho, intérprete de Libras é afastada do Paysandu

segunda-feira, 14/01/2019, 09:42 - Atualizado em 14/01/2019, 12:30 - Autor:


Depois da polêmica sobre o seu desempenho enquanto intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras) no Paysandu, Danuza Grippa foi afastada do clube. O desligamento ocorreu na última quinta-feira (09), mas foi oficializado somente na manhã desta segunda-feira (14).


A nota do Papão diz que “a decisão foi tomada após algumas avaliações internas, em comum acordo, para preservar a imagem da voluntária, que passou a sofrer vários ataques ofensivos nas redes sociais por causa do seu desempenho”.


O clube ainda disse que Danuza passou por alguns problemas de saúde devido as críticas e que, inclusive, devido ao nervosismo, ela chegou a passar mal. Segundo o clube, Danuza é formada em Letras e tem curso de Libras pela Universidade Federal do Pará (UFPa).


O Paysandu dará continuidade ao projeto, mas agora com um novo profissional.


(Foto: Jorge Luiz/Paysandu)


POLÊMICA


Tradutores de Libras questionaram a habilidade de Danuza Grippa ao interpretar as entrevistas de jogadores, chegando a afirmar que ela não teria habilidade para tal atividade.


O presidente do Paysandu, Ricardo Gluck Paul, chamou a comissão responsável pelo documento para conversar mais sobre o assunto.



PROJETO


No dia 07 de janeiro, o Paysandu implantou a interpretação de Libras nas entrevistas coletivas. Danuza Grippa foi a primeira voluntária a participar do projeto. “Me sinto lisonjeada em poder contribuir, juntamente com o Paysandu, para a inclusão social dos surdos, levando até eles a informação, pois é um público com pouca representatividade. Fazer parte desse projeto é muito gratificante”, afirmou.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS