Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
XERIFE

Elyeser assume responsabilidade de capitão do Paysandu

Rotatividade do posto no Paysandu agrada jogadores, como Elyeser, que assumiu a responsabilidade no jogo passado e aproveita para repassar a experiência aos atletas mais jovens

sábado, 01/05/2021, 09:11 - Atualizado em 01/05/2021, 09:11 - Autor: Tylon Maués


Elyeser elogia qualidade dos jogadores mais jovens que atuam no Papão
Elyeser elogia qualidade dos jogadores mais jovens que atuam no Papão | John Wesley/Paysandu

Contra o Águia de Marabá, na quarta-feira, o técnico Itamar Schülle manteve a rotatividade no posto de capitão do time do Paysandu. Na partida, quem ostentou a braçadeira foi o volante Elyeser, que pela primeira vez teve a oportunidade de atuar durante 90 minutos em 2021. Aos 30 anos, ser capitão não chega a ser uma novidade, pois em alguns momentos da carreira chegou a ocupar essa posição. Para o jogador paraense, a medida tomada pelo treinador do Papão tem dado oportunidade para que os jogadores experientes do elenco possam se expressar mais e fortalece as várias lideranças entre os atletas.

“Fui capitão no Goiás-GO com o Argel (Fuchs, em 2017). Não é novidade, mas sempre uma responsabilidade. Eu gosto de responsabilidade, gosto de pressão”, disse. “É uma responsabilidade de todos. Nosso elenco tem jogadores experientes e acho correta essa atitude do Itamar de rodar a braçadeira, de todos terem que saber liderar. É uma forma de criar novos líderes”, confirmou Elyeser.

Como um dos mais experientes do elenco, Elyeser sabe que ele e outros companheiros têm a responsabilidade de ajudar os mais jovens que estão tendo agora as primeiras experiências entre os profissionais. Ele lembra que passou por essa situação e teve ajuda de atletas mais velhos que o auxiliaram bastante no início de carreira.

 

John Wesley/Paysandu
 


TROCA DE EXPERIÊNCIAS

“Tento passar as coisas que já vivi no futebol. Nosso elenco tem muitos garotos e eles têm qualidade. Os mais experientes têm que passar tranquilidade. Eu até disse a eles para pensarem como se estivessem numa pelada, mas com responsabilidade”, conta o volante. “Sempre tem o jogador mais experiente que te passa conselhos, que já errou e pode te ajudar”.

Paraense de Abaetetuba, Elyeser nunca escondeu que a família é quase toda bicolor, em especial o pai e que isso pesou na escolha em defender o Paysandu. “Falo todos os dias com minha família. Meu pai é fanático pelo Paysandu e está muito feliz por esse momento. Ele me apoia todos os dias e passei a ter a responsabilidade de dar esse título a eles. Mas, não tira meu sono. É um trabalho de passo a passo para dar tudo certo”.

Elyeser elogia qualidade dos jogadores mais jovens que atuam no Papão
Elyeser elogia qualidade dos jogadores mais jovens que atuam no Papão | John Wesley/Paysandu
Elyeser elogia qualidade dos jogadores mais jovens que atuam no Papão | John Wesley/Paysandu

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS