Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
ESTRATÉGIA

Paysandu planeja equilíbrio entre "rodagem" e descanso

Rodagem e Poupar: é o que planeja Ítalo Rodrigues

quarta-feira, 28/04/2021, 11:48 - Atualizado em 28/04/2021, 11:48 - Autor: LUCAS CONTENTE COSTA


Ítalo Rodrigues comenta sobre poupagens e logísticas do Papão.
Ítalo Rodrigues comenta sobre poupagens e logísticas do Papão. | Reprodução/YouTube

Em campeonatos estaduais, os clubes que tem calendário no segundo semestre utilizam tanto jogadores experientes quanto jogadores novatos, o que vale é a rodagem do elenco e a possível descoberta de algum novo talento.

Com a chegada do fim da primeira fase do Banparazão 2021, o Paysandu entra em campo com time alternativo para enfrentar o Águia de Marabá, hoje às 15:30h, na Curuzu. O time comandado pelo treinador Itamar Schülle terá algumas mudanças tanto por necessidade, como é o caso da lateral-direita depois da suspensão de Israel, quanto por poupar, como é o caso do artilheiro Nicolas, que dará vaga à Gabriel Barbosa.

POUPAR É PRECISO

Segundo o executivo do clube, Ítalo Rodrigues, essas mudanças fazem parte de um planejamento, de uma precaução com os atletas  e de uma meta alcançada pelo grupo: A classificação para a segunda fase. “Além de já estarmos classificados, existe também a precaução em poupar os jogadores de viagem para evitar lesões e expulsões, assim a gente evita perder jogadores para o mata-mata.” Analisa.

OPORTUNIDADES

Além disso, Ítalo fala em oportunidades aos jogadores que não tiveram muitas chances durante o campeonato, como é o caso de Gabriel Barbosa que jogou poucas vezes, e o de Bruno Paulista, que irá fazer sua estreia pelo clube: “Existe de fato um planejamento no campeonato, e é um campeonato curto, então precisamos encontrar uma brecha para rodar o elenco internamente, dar oportunidade aqueles que não tiveram tanta minutagem, para que a gente possa também avaliar ao longo prazo, fazer essa avaliação para o Brasileiro.”

LOGÍSTICA

Para finalizar, o executivo falou sobre a questão logística, que pode ser desgastante para os jogadores nesse final de campeonato e ainda compara o time com grandes de séria A do Brasileiro: "O Paysandu tem uma estrutura que não deixa a desejar, comparada a de times de série C e B e até de série A do campeonato Brasileiro. Não sabemos como vai ser essa logística ainda, se é de oito (viagens) ou de quatro, mas temos que estar preparados para qual seja o adversário estarmos 100%.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS