Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
BOA NOTÍCIA PARA A FIEL

Paysandu promete camisas mais baratas e número 7 pode voltar 

Presidente, Maurício Ettinger, solicitou a criação de linha popular e valores devem girar em torno de R$ 100

domingo, 25/04/2021, 23:18 - Atualizado em 25/04/2021, 23:18 - Autor: Kaio Rodrigues/DOL


Linha atual chega a custar R$ 229,90 nas Lojas Lobo.
Linha atual chega a custar R$ 229,90 nas Lojas Lobo. | Divulgação/Paysandu

O Paysandu, em janeiro de 2016, inovou no Brasil e lançou a marca própria de material esportivo. A famosa e pioneira Marca Lobo.

À época, muito se falou do Papão lançar produtos com valores mais acessíveis para o seu torcedor. E assim foi feito. A primeira camisa de jogo com a nova marca chegou às lojas do clube custando R$169,90. No entanto, hoje as reclamações por conta dos atuais valores já são frequentes.

Neste ano de 2021, os bicolores lançaram um novo uniforme, em alusão ao título do Campeonato Brasileiro da Série B em 1991. Nas lojas, a camisa masculina pode ser encontrada por R$ 229,90, enquanto que a feminina custa R$ 219,19. Em live para a Papão TV, o presidente, Maurício Ettiger, respondeu um torcedor que questionava os valores e prometeu uma linha casual mais em conta para o segundo semestre.

“A torcida já vem pedindo há muito tempo. No segundo semestre devemos estar lançando uma linha popular da marca Lobo. Estou exigindo que nosso setor responsável faça uma linha popular da Lobo e eles já me mostraram alguns modelos. Acredito que teremos camisas por R$ 100, R$ 120. Não serão as de jogo, mas serão camisas bonitas. Também já adianto que o terceiro uniforme está sendo estudado e o valor deve ser mais em conta que os dois primeiros de jogos.”, adiantou.

 

Marca Lobo foi pioneira das marcas próprias dos clubes no Brasil.
Marca Lobo foi pioneira das marcas próprias dos clubes no Brasil. (Foto: Divulgação/Paysandu)
 

Outro questionamento feito foi sobre a aposentadoria da camisa número 7. Desde 2016 sem “entrar” em campo, o clube considera o algarismo cercado de uma mística especial, portanto, resolveu aposentá-lo, assim permitindo que somente os torcedores pudessem usá-lo. O mandatário bicolor disse que algumas pessoas estão analisando a situação e que a numeração pode ser reintegrada aos jogos.

“A aposentadoria da camisa de número 7 foi algo resolvido pelo Conselho Deliberativo, em assembleia geral do clube. Se não me engano, está no Estatuto. Já existe um pessoal que está estudando e colocando este assunto em pauta, para que a numeração volte a ser utilizado em campo.”

 

(Foto: Reprodução / Paysandu)
 


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS