Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$
SERÁ QUE VINGA?

Paulinho voltou ao Papão com vontade  de arrebentar

O volante reestreou no segundo tempo do Re-Pa e conseguiu se destacar, sendo considerado o lado positivo daquela derrota. Agora, ele quer uma vaga no time titular

quinta-feira, 08/04/2021, 10:47 - Atualizado em 08/04/2021, 10:52 - Autor: Tylon Maués


"Na minha passagem em 2016 eu cheguei lesionado e sofri muito. Hoje eu chego em uma condição diferente, mais preparado,
mais maduro e
cheio de objetivos", Paulinho, volante
"Na minha passagem em 2016 eu cheguei lesionado e sofri muito. Hoje eu chego em uma condição diferente, mais preparado, mais maduro e cheio de objetivos", Paulinho, volante | Jorge Luís Totti/Paysandu

Uma das poucas coisas boas que ficou para o Paysandu da derrota de 4 a 2 no clássico de domingo contra o Clube do Remo foi a atuação do volante Paulinho. O jogador entrou na metade do segundo tempo e reestreou com a camisa bicolor depois de cinco anos de sua primeira passagem pela Curuzu. O desempenho do jogador abriu brechas para possíveis mudanças no setor de meio de campo. O Papão volta a campo amanhã, contra a Tuna Luso, na Curuzu, em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Paraense.

“De certa maneira eu tentei contribuir segurando mais a bola, tentando criar as jogadas. A postura do time já era diferente, mas estávamos atrás do placar há muito tempo e isso vai minando a equipe. Agora é virar essa página e pensar no próximo compromisso”, disse Paulinho, que lamentou apenas o que considerou muito tempo em que o Papão esteve muito atrás do placar, o que minou as forças para buscar ao menos o empate.

Por causa disso, ele defende a necessidade de uma concentração maior, algo constante do começo ao fim da partida. Para ele, num momento de desatenção o time bicolor deixou que o maior rival chegasse a dois gols em um curto espaço de tempo. “Precisamos estar concentrados do começo ao fim. Contra o Remo fomos punidos por umas bobeadas no começo. Conversamos sobre isso para não repetirmos esse tipo de erro”.

Paulinho também acredita que conseguiu uma boa estreia, mas garante que pode fazer bem mais quando estiver numa melhor condição física, mesmo ressaltando que vinha treinando em seu antigo clube, o Santa Cruz-PE, mas que estava há algum tempo sem entrar em campo para partidas oficiais.

“Acredito que fui bem, apesar do tempo que estava sem jogar uma partida oficial, há cerca de um mês. Sei que tenho muito a crescer para ajudar o Paysandu na temporada”, disse. “Estava treinando, mas fazia um mês sem um jogo oficial até minha estreia. O trabalho aqui tem sido muito bom e por isso acho que já estou pronto, sim”, completou Paulinho.

O volante lembrou de sua primeira passagem pelo clube em 2016, quando estava no elenco que conquistou o Campeonato Paraense e a Copa Verde daquela temporada, mas teve poucas oportunidades por causa de sua condição física na ocasião. Os títulos ele quer repetir, mas dessa vez com mais tempo em campo. “Na minha passagem em 2016 eu cheguei lesionado e sofri muito. Hoje eu chego em uma condição diferente, mais preparado, mais maduro e cheio de objetivos. Espero ter conquistas no decorrer desse ano e comemorar muito no final de 2021”.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS