Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
COMEÇOU O PARAZÃO!

Árbitro denuncia 'calote' e relata ofensas de dirigente da Tuna

Xingamentos ao quarteto de arbitragem partiram de dirigente da Tuna Luso

segunda-feira, 01/03/2021, 12:20 - Atualizado em 01/03/2021, 12:56 - Autor: Diário Online


Imagem ilustrativa da notícia Árbitro denuncia 'calote' e relata ofensas de dirigente da Tuna
| Divulgação/ Águia de Marabá

O árbitro da partida entre Águia e Tuna, válida pelo Campeonato Paraense 2021, Raymar Klemer Rezende Ferreira, relatou em súmula, ofensas e xingamentos por parte de um dirigente da Águia do Souza ao final da partida, disputada no estádio Zinho Oliveira no último domingo (28).

A Tuna perdeu por 3 a 2, o que rendeu insatisfação e indignação aos jogadores e membros da comissão técnica, principalmente contra o árbitro.

Na súmula da partida, o juiz citou ofensas do chefe de delegação da Tuna, Fernando Vinícius da Paz Pacheco, que invadiu o campo para criticar sua arbitragem. Além disso, também no documento, Raymar informou que a equipe de arbitragem não recebeu o pagamento para atuar na partida

Veja o que diz a súmula:

“Informo que após o término da partida, o sr. Fernando Vinícius da Paz Pacheco (chefe da delegação da equipe da Tuna Luso) adentrou ao campo de jogo e direcionou-se à equipe de arbitragem gesticulando de forma grosseira e proferindo as seguintes palavras: “Tú és um vagabundo, tens que respeitar a Tuna, seu palhaço! Tu vai ver se ainda vai entrar na Tuna. Informo também que foi necessária a intervenção da polícia militar e por parte dos jogadores da Tuna e sua diretoria”.

O árbitro ainda complementou:

“Relato que não houve pagamento das quotas do quotas do quarteto de arbitragem, analista e delegado da partida. Houve somente o pagamento da diária e transporte dos mesmo”, finalizou a súmula.

Vale lembrar que o pagamento de quotas da equipes de arbitragem, é de responsabilidade da Federação Paraense de Futebol e o time mandante, neste caso, o Águia de Marabá.

Procurada, a FPF informou que "o clube mandante é o responsável pelos pagamentos das despesas do jogo. (Águia) pagou uma parte  e depois vai repassar o restante à Federação, aí repassamos a quem de direito".  

A confusão não parou por aí. Ao final da partida, durante entrevista, o técnico da Tuna, Robson Melo, reclamou bastante da arbitragem da partida. Veja! 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS