Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
NO BERÇO

Aniversário de 116 anos do Remo tem direito a lançamento da camisa 'Soberana', treino noturno e missa 

O Leão Azul, único representante do Norte do país na Série B do Brasileirão completa mais um ano com lançamentos e comemorações

sexta-feira, 05/02/2021, 18:26 - Atualizado em 05/02/2021, 20:57 - Autor: Diário Online


Imagem ilustrativa da notícia Aniversário de 116 anos do Remo tem direito a lançamento da camisa 'Soberana', treino noturno e missa 
| Reprodução

O Clube do Remo completa 116 anos de 'glórias e triunfos' nesta sexta-feira (5). E, para comemorar a data, a equipe realizou seu primeiro treino noturno com o novo sistema de iluminação do estádio Baenão na noite de ontem, e durante a manhã de hoje, o Padre Plínio Pacheco celebrou uma missão em ação de graças no estádio, que contou com a presença da diretoria, funcionários, comissão técnica e atletas.

História

Há 116 anos o Clube do Remo era fundado por um grupo de sete atletas, com a finalidade de focar em regata. Mas, com o decorrer do tempo, a agremiação azulina, que passou por reformulação alguns anos depois e se notabilizou por ser uma das principais instituições esportivas do Brasil, conquistou o espaço no ramo e hoje é uma das mais tradicionais equipes de futebol do país. 

Atualmente, o Leão Azul é o único representante do Norte do país na Série B do Campeonato Brasileiro.

O Remo possui um dos maiores patrimônios que um clube poderia ter: a sua torcida, conhecida como Fenômeno Azul.

 

Divulgação/ Clube do Remo
 

"Uma história recheada de conquistas, glórias e triunfos. O verdadeiro campeão, o único gigante, o Leão Azul de Antônio Baena. Clube do Remo - 116 anos." (Descrição no Twitter oficial do clube)

Camisa 'Soberana'

 

Diego Souza
 

Ainda para comemorar a data, o clube lançou a camisa "Soberana". Trata-se do primeiro uniforme da coleção “Raizes”, que será usado na temporada 2021.

A camisa traz como conceito a Amazônia Azul, em homenagem à sua biodiversidade, recursos naturais, fonte de riquezas, pedras preciosas, petróleo e muitos ecossistemas. Além disso, o manto também apresenta o açaí, fruto sagrado do povo do Norte, que alimenta e sustenta gerações.

Encarnados na trajetória das nossas raízes, a camisa tem no conceito a fé, o profano, a guerra, a luta, o índio, o caboclo, a mata, a floresta, mostrando o orgulho de ser filho da Amazônia, do Grão-Pará. Nesse mundo de diversidades e contrastes fazendo semelhança do próprio povo.



Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS