Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

RE-PA HISTÓRICO

Bonamigo volta ao Remo para marcar positivamente mais uma geração de torcedores

Técnico sabe o peso do clássico de domingo para a história azulina.

sexta-feira, 08/01/2021, 08:17 - Atualizado em 08/01/2021, 08:48 - Autor: Matheus MIranda


"A gente espera que os nossos atletas azulinos estejam inspirados, porque
é aquele jogo (Re-Pa) que consagra
os jogadores", Paulo Bonamigo,

técnico azulino
"A gente espera que os nossos atletas azulinos estejam inspirados, porque é aquele jogo (Re-Pa) que consagra os jogadores", Paulo Bonamigo, técnico azulino | Samara Miranda/Remo

Daqui a dois dias, no domingo (10) à noite, o Clube do Remo poderá botar um fim em um pesadelo que tem perdurado dolorosamente pelos últimos 13 anos: a sua ausência na disputa do Campeonato Brasileiro da Série B. O retorno do Leão Azul à segunda divisão nacional pode ser confirmado em caso de uma vitória sobre o Paysandu, em jogo válido pela penúltima rodada do quadrangular decisivo da Série C – combinado com um tropeço do Londrina contra o Ypiranga.

O grau de relevância do compromisso tem feito com que torcedores embarquem em uma espécie de contagem regressiva nas redes sociais, o que foi respaldado pelos profissionais do time, que têm confirmado o peso enorme do duelo deste final de semana.

Responsável por encontrar, montar e guiar a melhor estratégia da equipe rumo a uma vitória que pode coroar 2021 logo no começo deste novo ano, o técnico Paulo Bonamigo também foi cirúrgico ao falar sobre todas as circunstâncias que rodeiam a partida e, especialmente, o significado do embate. “É um Re-Pa histórico”, garante o treinador. “As duas equipes estão buscando o acesso e a gente sabe o que significa um acesso. Uma divisão como uma Série B, hoje extremamente competitiva e com grandes equipes do futebol brasileiro. A gente sabe que é um passo que o Clube do Remo pode dar”, explica.

Presente em duas gerações na história da agremiação, com a primeira sendo em 2000, passados esses 21 anos Paulo Bonamigo reitera que ganhará em tudo, caso realize uma partida perfeita no domingo e dê um passo determinante no acesso. “Sempre falei que o Remo é um time de primeira divisão e, no dia que se unisse em termos políticos, como tem acontecido, e tivesse uma administração séria, como tem tido, seria uma equipe muito forte, presente. É hora de fazermos a nossa parte. O caminho está sendo traçado”, garante.

O Re-Pa de domingo promete ser um dos grandes confrontos da história dos arquirrivais

O CLÁSSICO NA PONTA DA LÍNGUA

Pelo contexto do jogo de domingo, naturalmente, o técnico Paulo Bonamigo abordou inúmeros assuntos relativos ao encontro entre os gigantes do estado. Confira abaixo um resumo do que foi dito pelo treinador!

EMOCIONAL

“Sempre falo que clássico é importante você ter equilíbrio emocional, para ter o cognitivo, a inteligência de jogo. Importante saber o que tu vais fazer para encontrar as soluções. Evidente que pelo tamanho da responsabilidade nesse momento, as equipes brigando por um acesso, tem que ter uma responsabilidade muito grande e um peso emocional enorme. Vamos trabalhar esse controle porque você consegue ter uma visualização melhor do que acontece nesses 90 minutos”.

PERFORMANCE

“Gostaria que fosse um Re-Pa muito bem jogado. Claro que a gente quer buscar a vitória, mas queremos evidentemente poder mostrar o grande jogo. A gente espera que os nossos atletas azulinos estejam inspirados, porque é aquele jogo que consagra os jogadores. Respeitamos muito o adversário, as duas equipes estão brigando até pela liderança, e que o Remo possa fazer uma partida brilhante”.

ALTERAÇÕES

“Em relação a nomes... (esquiva-se). A gente vê algumas situações de que alguns atletas não estão jogando, que não vão jogar ou porque vão jogar, isso é questão estratégica. Temos uma base e que, evidente, deve ser mantida. Esperamos motivá-los da melhor maneira possível”.

NO DETALHE

“Historicamente o Re-Pa é um clássico de muita rivalidade, tradição, com duas equipes com enormes torcidas, fanáticas e apaixonadas pelo clube. Temos que saber que esse jogo vai ser construído em detalhes dentro daquilo que a gente trabalha e organiza a equipe. Mas, acima de tudo, do motivacional, do desejo e com inteligência”.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS