Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

CLUBE DO REMO

Azulinos preveem clássico disputado e com os rivais partindo para o ataque

Quem ganhar a partida pode praticamente garantir o acesso à segunda divisão do Brasileiro

quinta-feira, 07/01/2021, 09:55 - Atualizado em 07/01/2021, 10:51 - Autor: Matheus MIranda


Veja ainda os cenários que agradam ou não os azulinos
Veja ainda os cenários que agradam ou não os azulinos | Samara Silva/Ascom Remo

Para o clássico deste domingo (10), entre Clube do Remo e Paysandu, pela penúltima rodada do quadrangular decisivo da Série C do Brasileiro, o discurso de confiança na vitória está bem afiado. E o foco no resultado positivo não se restringe apenas à rivalidade natural da dupla, pois vencer pode significar o acesso à Série B deste ano. Por tudo isso que ronda o Re-Pa, os envolvidos já preveem o clássico como uma das melhores partidas - se não a melhor – desta edição de Terceirona.

O goleiro Vinícius, um dos mais experientes do time azulino, faz sua previsão nesse sentido. “Vejo que vai ser um jogo muito bom, porque a gente sabe que uma vitória deixa as duas equipes muito próximas do acesso, isso se não garantir logo. Tem tudo para ser um jogo muito bom, competitivo, de mais espaço, de mais oportunidades, de chances de gol. Tem tudo para ser um jogo disputado, aberto. É um jogo que pode definir o acesso”, analisou o ídolo da torcida.

Até este sábado (9), véspera do embate da penúltima rodada desta etapa da competição, os jogadores terão tempo para entrar no melhor condicionamento físico e encontrar a estratégia certa para buscar a vitória no clássico. Mas outro fato também será trabalhado ao longo da preparação para que tudo seja colocado em ordem no dia do jogo. “A gente vem trabalhando o psicológico, controlando essa ansiedade. Estamos perto de conquistar o acesso. É continuar fazendo o que a gente tem feito, trabalhando muito, com muita intensidade e muito volume para ter frieza e entrar bastante concentrado e conquistar a vitória”, explica o arqueiro.

Um dos jogadores mais antigos do clube, Vinícius afirma que o momento atual é um dos melhores que já viveu com a camisa azulina. “É um momento muito bom que vivemos. É continuar desta mesma forma e escrever o nosso nome na história do clube”, pontua.

E MAIS...

INGRESSOS VIRTUAIS

l No embalo do último jogo azulino, quando a torcida comprou a ideia de forma categórica dos ingressos virtuais, a diretoria do Clube do Remo irá manter as vendas para o clássico Re-Pa deste domingo (10), decisivo para as ambições da equipe rumo ao acesso à Série B. Os bilhetes, que não darão direito a entrada no estádio Mangueirão, sendo apenas simbólicos, já estão sendo comercializados desde a última segunda-feira (5) nas lojas e site oficial da agremiação. Os valores são de R$ 50, que dá direito à camisa da campanha #Nãojogosó, e nos valores de R$ 20 e R$ 10. A expectativa é bater os números do jogo passado, ocasião em que quase 4 mil torcedores adquiriram as suas entradas.

Todos os cenários estão no radar azulino

SE EMPATAR...

Não há espaço para outro pensamento entre os jogadores do Clube do Remo que não seja a vitória no clássico Re-Pa deste domingo (10) à noite, no Mangueirão. Isso porque o resultado positivo garante à equipe o sonhado acesso à Série B do Brasileiro, dependendo, claro, do resultado da partida entre Londrina e Ypiranga. Mas, pelas circunstâncias atuais nessa reta final do quadrangular decisivo, qualquer opção para classificação é importante, caso o triunfo não ocorra neste final de semana.

Um deles seria o empate diante do arquirrival e, posteriormente, frente ao Londrina, rival da última rodada desta etapa da competição. Obviamente que os atletas pregam foco e respeito ao Paysandu, mas a atenção geral no desenrolar do certame também é algo que está no radar do time. O volante Lucas Siqueira, que reiterou força de vontade na caça dos três pontos no choque-rei da Amazônia, desenhou, também, outros cenários que podem ser interessantes ao Leão Azul, mesmo que seja na base da emoção. “A chave é equilibrada, né? As duas na verdade. Estamos com a vantagem no saldo de gols e isso pode fazer a diferença lá na frente. Ou seja, se a gente empatar os dois jogos, provavelmente a gente sobe. Pra gente, que está na liderança com sete pontos, o mesmo do segundo colocado, está sendo interessante por conta do saldo”, visualiza o atleta.

Mesmo com a possibilidade, Siqueira destacou que esse caminho não será prioridade, já que o desejo segue sendo o mesmo. “Quem vencer esse clássico está com o pé na Série B, já sabemos que vai ser um jogo decisivo e vamos para vencer”, pondera.

Leão Azul terá força máxima para o clássico

Para o principal jogo azulino até o momento nesta Série C do Brasileiro, ao que parece, a comissão técnica do Clube do Remo deverá contar com a força máxima do seu grupo de jogadores. Nenhum atleta recentemente deu entrada no departamento médico ou cumprirá suspensão. Pelo contrário. Os zagueiros Rafael Jansen e Fredson, que não atuaram no compromisso passado diante do Ypiranga-RS, que culminou com a derrota remista por 2 a 1, por questões físicas e suspensão, respectivamente, devem ser relacionados para o Re-Pa deste final de semana (10), no Mangueirão, pela quinta rodada do quadrangular. Jansen, aliás, voltou a se movimentar ontem no estádio Baenão.

A presença dos jogadores para o duelo calha em um cenário de extrema importância para os azulinos, visto que o compromisso vale o acesso à Segundona, em caso de vitória. Nesse sentido, o técnico Paulo Bonamigo reforçou a necessidade de o time ser ainda mais determinado, independente do resultado ruim conquistado na rodada passada. “Estamos em uma situação que dependemos apenas da gente, dos nossos resultados. Vamos juntar os caquinhos. Aqui, quando perde, perde todo mundo; quando ganha, ganham todos. É consertar os erros e, nesse momento, principalmente, não colocar na cabeça dos atletas que a equipe não tem potencial para chegar. Acho que nós mostramos que a equipe tem condição”, reforça o comandante.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS