Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

DÁ ESSA AJUDA!

Partida consagra Perema e projeta clássico contra o Remo

Paysandu conquista sua quarta vitória seguida na Série C ao triunfar sobre o Botafogo-PB. Resultado pode classificar o Papão com uma rodada de antecedência, basta o Remo colaborar hoje

sábado, 28/11/2020, 08:50 - Atualizado em 28/11/2020, 10:45 - Autor: Tylon Maués


Bicolores ganham folga no fim de semana e voltam ao batente na segunda
Bicolores ganham folga no fim de semana e voltam ao batente na segunda | Wagner Santana

Um gol. Bastou um gol do zagueiro Perema, aos 21 minutos do primeiro tempo, ontem, para a festa bicolor. O Paysandu venceu o Botafogo-PB por de 1 a 0 e dormiu como vice-líder do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Com 28 pontos, o Papão pode ser ultrapassado por Clube do Remo e Vila Nova-GO, que jogam hoje, mas os três pontos dessa sexta-feira praticamente marcaram a culminância de uma recuperação nos últimos sete jogos, com cinco vitórias e dois empates, com apenas um gol sofrido. Seja quais forem os placares deste sábado, o bicolor não sai do G4.

Não foi a melhor atuação alviazul nesse período de recuperação, mas numa reta final cheia de intensidade e pressão psicológica, valeu pelo resultado e pela enorme proximidade com a classificação. A dificuldade também se deve ao desempenho do adversário. O Belo também vinha numa série de quatro jogos invictos e numa boa recuperação, mas contra o rebaixamento. Com a derrota, pode ser ultrapassado pelo rival local, o Treze-PB. Na rodada final, o clássico paraibano vai decidir quem cairá para a Série D junto com o Imperatriz-AM.

Falando em clássico estadual, Papão e Leão Azul se enfrentam no próximo sábado na rodada final da fase. O jogo pode não valer de nada além da rivalidade ou pode valer muito, dependendo do desenrolar da rodada atual. Isso porque o Paysandu estará de olho no jogo entre Manaus-AM e Clube do Remo, hoje à noite na capital amazonense. O resultado interessa diretamente ao time bicolor.

Por mais paradoxal que possa parecer, o melhor para a Fiel seria torcer para que o time azulino empate ou ganhe. Qualquer um desses dois resultados não beneficiaria apenas o Remo, que se garantiria na segunda fase, mas serviria ao Papão também, que se classificaria matematicamente com uma rodada de antecipação.

Será uma semana para João Brigatti preparar a equipe para jogar com ou sem a pressão de ter que vencer para garantir a classificação. Atualmente, o elenco tem seis jogadores em recuperação da Covid-19 e o atacante Uilliam Barros em tratamento da lesão muscular que o tirou da partida de ontem.

Agora é ver o desfecho da rodada

Quando o carioca Rafael de Sá apitou o fim do jogo de ontem, os bicolores comemoraram com razão pela importância dos três pontos e dificuldades do jogo. Do outro lado, o técnico Evaristo Piza reuniu os jogadores do Botafogo-PB no meio do gramado para uma conversa motivacional de que ainda dá para escapar do rebaixamento na Série C do Brasileiro.

Bicolores ganham folga no fim de semana e voltam ao batente na segunda
Bicolores ganham folga no fim de semana e voltam ao batente na segunda Wagner Santana
 

Os jogadores do Paysandu exaltaram o resultado positivo justamente pelas dificuldades impostas pelo Belo. “O grupo todo está de parabéns. Estamos muito focados em busca da classificação e demos um passo importante. Agora, é aguardar as combinações de resultados que possam nos favorecer”, disse Bruno Collaço, que exaltou a forma como o Papão encarou o desafio de ontem. “A gente sabia que dificilmente conseguiria dominar os 90 minutos. Temos que saber sofrer e suportar bem na defesa”.

O volante Uchôa garante que o time sabia que o adversário iria para cima em busca da igualdade. Ele ressaltou a forma como Papão soube se defender para garantir os três pontos. “Voltamos sabendo que o segundo tempo seria desse jeito, pois o Botafogo precisava do resultado. Felizmente fomos bem e conseguimos o resultado”.

O goleiro Paulo Ricardo fez a mesma observação. “A gente sabia que seria difícil. O time deles luta contra o rebaixamento e tem jogadores muito bons e experientes; nem sempre a gente vai jogar tão bem, mas nessa hora é importante o resultado”.

Foi o sexto jogo dos sete como titular que o goleiro bicolor saiu sem levar gol. Segundo ele, a defesa faz sua parte confiando que quem está no ataque vai resolver em algum momento. “Nosso ataque tem um aproveitamento muito bom, então se defendermos bem, não levarmos gol, uma hora vai sair gol lá na frente”.

FOLGA

Os jogadores bicolores estão de folga até amanhã e voltam ao batente na segunda-feira, mas oficialmente já iniciou a semana de Re-Pa. Os atletas ficarão atentos ao jogo entre Remo e Manaus-AM para saberem o que terão que fazer na última rodada, se precisarão de algum resultado ou entrarão em campo já classificados, assim como o rival. O que os jogadores do Paysandu deixam claro é que, seja qual for o caráter do clássico, se decidindo uma classificação ou para definir as posições finais, o Re-Pa tem um uma importância única.

“Independentemente do que vai acontecer, o clássico é um campeonato à parte e ninguém quer perder”, comentou o goleiro Paulo Ricardo, que voltará a encartar o maior rival bicolor desde o Campeonato Paraense.

O que os atletas salientaram foi a oportunidade de poder descansar nesse final de semana para reiniciar os treinamentos. “Vai ser uma semana importante, de clássico. Descansar, esfriar a cabeça e a partir de segunda-feira ir com tudo para o trabalho”, confirmou o lateral-esquerdo Bruno Collaço.

Bicolores ganham folga no fim de semana e voltam ao batente na segunda
Bicolores ganham folga no fim de semana e voltam ao batente na segunda | Wagner Santana
Gol do zagueiro Perema assegurou a importante vitória bicolor na luta para passar para a próxima fase da Terceirona
Bicolores ganham folga no fim de semana e voltam ao batente na segunda | Wagner Santana

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS