Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

VAI FAZER FALTA?

No Z4, Náutico quer contratar meia do Paysandu

Ex-bicolor, Hélio dos Anjos, é quem comanda o Timbu na Série B.

quinta-feira, 26/11/2020, 09:32 - Atualizado em 26/11/2020, 10:09 - Autor: Tylon Maués


Jogador foi sondado para deixar o Papão pelo técnico Hélio dos Anjos
Jogador foi sondado para deixar o Papão pelo técnico Hélio dos Anjos | Jorge Luis Totti/PSC

Atualmente como opção de banco para o meio-de-campo, o volante Wellington Reis estaria sendo alvo de sondagens por parte do Náutico-PE, clube que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro e que, há pouco mais de uma semana, contratou o ex-técnico bicolor Hélio dos Anjos. O treinador, no entanto, negou que tenha indicado algum jogador do Papão para ser contratado pelo Timbu, o que não quer dizer que o clube pernambucano não esteja interessado em Wellington. O presidente bicolor afirmou que o jogador teria recebido, sim, uma sondagem do antigo comandante.

Para a imprensa local, Hélio dos Anjos afirmou que não indicou Wellington Reis ao Náutico, embora tenha deixado claro que tem vontade de trabalhar novamente com alguns jogadores que estão atualmente no Paysandu, muitos deles indicados por ele mesmo. Foi o próprio Hélio que indicou ou avalizou mais de 90% do elenco bicolor. Segundo o treinador, se o Papão não estivesse em um momento decisivo da Série C, possivelmente já teria indicado alguns atletas que estão na Curuzu.

Já o presidente bicolor afirmou que o técnico do Timbu procurou Wellington Reis. “O Paysandu não recebeu nenhuma proposta ou sondagem oficial do Náutico. O que houve foi um contato direto do Hélio dos Anjos com o atleta tentando levá-lo para lá”, confirmou Ricardo Gluck Paul, que deixou claro que não há no contrato do volante nenhuma cláusula que o libere sem ônus para um clube de uma divisão superior. “Não há nenhuma cláusula que libere o Wellington para algum clube que esteja na Série B ou A”, confirmou o dirigente.

Curiosamente, a vinda de Wellington para a Curuzu se deu de uma forma semelhante, com Hélio dos Anjos o chamando de volta este ano depois de uma boa passagem em 2019. Na entrevista que deu quando de sua apresentação oficial, em agosto, ele confirmou que uma conversa com Hélio influenciou bastante em seu retorno. “Você vê seu chefe te ligar, você se sente importante. Tinham propostas de Série B, mas quando o Hélio me ligou para dar continuidade no projeto do clube eu aceitei vir. A gente sabe do peso da camisa do Paysandu e a diferença que pode fazer na camisa do atleta”.

MOMENTO

Aos 28 anos, Wellington não tem conseguido repetir a consistência que teve ano passado, quando foi titular. Nessa Série C, seu maior destaque foi no gol que deu a vitória de 1 a 0 sobre o Treze-PB, em Campina Grande (PB), num jogo considerado pelo técnico João Brigatti como o momento de virada bicolor na competição.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS