Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

PASSO A PASSO

Remo se apega ao passado para ascensão na Série C

No mês em que celebra os 15 anos da conquista do título da Série C do Brasileiro, o Remo evoca o passado para manter a pegada na competição atual e, quem sabe, chegar ao bicampeonato

sábado, 21/11/2020, 08:33 - Atualizado em 21/11/2020, 08:37 - Autor: Matheus MIranda


Paulo Bonamigo afirma que o time azulino está focado no jogo com o Botafogo-PB para selar a classificação
Paulo Bonamigo afirma que o time azulino está focado no jogo com o Botafogo-PB para selar a classificação | Samara Miranda/Remo

O Clube do Remo celebrou uma data inesquecível para o seu futebol profissional nesta sexta-feira (20), o 15° aniversário da conquista do título da Série C do Campeonato Brasileiro, ocorrido no ano do seu centenário, em 2005. A celebração fez com que a torcida remista ficasse otimista para um futuro bicampeonato na Terceirona, já que a equipe está a um passo da classificação para a etapa decisiva da competição, por onde irá brigar pelo avanço de fase na próxima segunda-feira (23) à noite, contra o Botafogo-PB, fora de casa.

Sobre o possível título, o técnico Paulo Bonamigo ponderou que segue em busca da melhor formação da equipe para esse objetivo. “Estamos passo a passo procurando tornar essa equipe mais competitiva, para atingirmos a nossa meta nessa reta final de temporada. Tenho fortalecido o espírito de equipe do grupo. Há uma oscilação muito grande, com exceção do Santa Cruz-PE, que fez uma campanha sensacional, bem atípica em relação aos outros concorrentes. Mas acho que esse é o momento de crescimento. Equipe que quer chegar, subir de divisão, tem que ter o maior nível de performance”, acredita o técnico.

Nessa busca pela evolução e manter um time forte tanto para esse final de primeira fase como para a próxima, em caso de confirmação da vaga, Paulo Bonamigo foi bastante criterioso ao comentar sobre o estilo de jogo que tem construindo nesses seus dois meses à frente da comissão técnica azulina. “Estamos construindo uma identidade que vem fortalecendo no grupo. Estamos buscando, neste momento, tentar conseguir uma classificação em um jogo importantíssimo, porque o adversário fez os últimos dois jogos no mais alto nível. Evidente que estão motivados. Vamos novamente em busca de uma partida perfeita, que é a partida que nos faz vencedor”, adianta.

Na expectativa de não repetir as limitações da rodada anterior, Paulo Bonamigo reforçou que o time deve ser mais ousado nessa 16ª rodada, já que o adversário vem de uma sequência de três jogos sem perder. “A gente está sempre procurando fazer algumas correções em razão do último jogo apresentado, as finalizações”, cita. “Foi boa essa semana, tentamos dar um polimento naquilo que a equipe necessita”, explicou.

Trio está disponível para o duelo

Ojogo do Remo contra o Botafogo-PB é apenas daqui a dois dias e, antecipadamente, o técnico Paulo Bonamigo destacou que vai utilizar desse tempo para montar, com calma, a sua onzena para bater de frente contra o rival. Mesmo sem adiantar, naturalmente o time principal irá sofrer alterações na sua montagem, em virtude do retorno de jogadores que ficaram de fora no compromisso passado, como é o caso do meia Eduardo Ramos e dos atacantes Salatiel e Wallace.

Os dois primeiros devem aparecer de imediato entre os 11 titulares, enquanto Wallace surge como opção para o decorrer do jogo, já que não está 100% fisicamente. Dessa maneira, uma vaga no setor ofensivo fica em aberto, já que Tcharlles e Hélio serão desfalques, por lesão e suspensão, respectivamente.

Embora simples, a situação pode gerar uma escalação diferente e ousada por parte de Bonamigo. Como opções diretas, Gustavo Ermel e Eron aparecem como substitutos, contudo, a fraca partida dos atacantes na derrota por 2 a 0 para o Santa Cruz-PE abriu margem para outras soluções no esquema.

Um deles seria a entrada de Felipe Gedoz ao lado de Carlos Alberto no meio-campo, com Eduardo Ramos fazendo dupla de ataque ao lado de Salatiel. No que depender de Carlos Alberto, o time ganha em qualidade pelo reforço no setor de criação. “O Remo tem muito a ganhar com os três dentro de campo, acho que fica é um toque de bola bom ali no meio-campo, e com boas criações. A gente deixa esse problema para o professor, se ele quiser colocar nós três, tenho certeza que nós vamos estar à disposição para dar o nosso melhor”, destacou.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS