Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

O QUE SERÁ DO MAZOLA?

Remo está há um mês sem vencer; reunião deve definir futuro do técnico

segunda-feira, 21/09/2020, 13:25 - Atualizado em 21/09/2020, 14:52 - Autor: Diário Online


Foram quatro empates e três derrotas nos últimos jogos
Foram quatro empates e três derrotas nos últimos jogos | Divulgação/ Ascom Remo

Remo e Botafogo-PB empataram em 0 a 0 no último domingo (20), pela sétima rodada da Série C do Brasileirão. E com o resultado, o Leão está há um mês sem vencer, mais precisamente há 7 jogos. A última vitória dos azulinos foi contra a equipe do Castanhal, no dia 19 de agosto, pela semifinal do Campeonato Paraense. O fato tem tirado o sono dos azulinos, principalmente torcedores e diretoria.

Desde a última vitória contra os castanhalenses, o Remo vem de uma sequência de 4 empates e 3 derrotas – duas delas para o seu maior rival, o Paysandu, na final do Parazão. 

O empate deste domingo, e a vitória do Paysandu sobre o Ferroviário por 2 a 0, fez os azulinos declinarem na tabela de classificação do Brasileirão. O time passou de terceiro para 4º colocado, e corre o sério risco de sair do G-4, pois Vila Nova-GO e Imperatriz se enfrentam na noite de hoje. Caso o time goiano vença, o Leão cai para a quinta colocação, vendo cada vez mais distante o sonho do acesso.

Durante entrevista, após a última derrocada,  o técnico Mazola Júnior disse estar ameaçado no cargo. "Eu tô ameaçado no cargo desde que cheguei. Nós ficamos 11 jogos sem perder, com oito vitórias e ninguém falou nada, ninguém valorizou isso. Agora que tivemos a perda do Estadual, lógico que pesou bastante, e estão adicionando a perda do Estadual na Série C, que não tem nada a ver. Lógico que é preocupante, mas ao mesmo tempo estou muito satisfeito com a evolução da equipe e muito satisfeito de ter detectado o grande problema do Clube do Remo, que vamos ter que resolver, que são os homens que façam gol”. 

Segundo uma fonte ligada ao clube, o clima carregado pelas bandas do Baenão, forçou uma reunião marcada para a tarde desta segunda-feira (21) pela diretoria do Leão para a definição do futuro do técnico Mazola Júnior.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS