Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

ATENÇÃO TOTAL

Clube do Remo e Santa Cruz fazem duelo em Recife pela liderança 

domingo, 13/09/2020, 09:54 - Atualizado em 13/09/2020, 13:59 - Autor: Matheus MIranda


|

O Clube do Remo terá, nesta noite, às 18h, a sua primeira pedreira de fato pela Série C 2020. No estádio do Arruda, o Leão enfrenta o Santa Cruz-PE pela sexta rodada da competição nacional e com o desejo imenso de voltar a vencer, algo que não ocorre há cinco jogos. Caso vença a partida, a equipe passará o final de semana na liderança, já que o Ferroviário-CE, atual primeiro colocado, só jogará amanhã (14), frente à Jacuipense-BA, fora de casa.

Assim como na partida anterior, em que o Remo empatou com o Treze-PB, em 2 a 2, a onzena titular deve sofrer mudanças e, até o momento, por motivos clínicos. Everton Castro está fora do compromisso, assim como Ronald, que voltaram a Belém ainda na sexta-feira, após confirmação de lesão no adutor da coxa e trauma na clavícula, nesta ordem. Outras alterações podem ocorrer no setor ofensivo em virtude da boa entrada do atacante Hélio na vaga de Gustavo Ermel, irregular nas últimas participações na equipe principal.

Sem saber o que é perder na competição, o time paraense precisa manter a sua invencibilidade desta vez com uma boa vitória, já que um empate ou derrota pode custar a estadia azulina na zona de classificação da tabela, dependendo dos outros resultados ao final desta rodada. Sem conhecer o gosto amargo de uma derrota na Terceirona, o foco, independentemente de qualquer adversidade ou boa partida em Recife, é o de fincar raízes nas quatro primeiras colocações, conforme destacou o treinador Mazola Júnior. “Estamos no G4 e esperamos nos manter no jogo de domingo (hoje)”, cravou o comandante.

Lateral espera aproveitar chances para ajudar o Remo

Para isso, sem necessitar contar com a sorte ou secar os rivais, basta o grupo fazer a sua parte em campo e ajustar uma das principais falhas que tem se repetido constantemente nos jogos anteriores: a finalização, errar na hora de matar o jogo, o que já custou uma quantidade importante de pontos neste começo de competição. A conferir se isso já vai acontecer neste jogo, já que Mazola Júnior foi sem rodeios na sua declaração de como o time irá melhorar no meio-campo e no ataque: “Contratando (jogadores)”, ponderou.

Charles espera ajudar a derrubar sua antiga equipe

O volante sabe muito bem como é jogar no Arruda
O volante sabe muito bem como é jogar no Arruda Samara Miranda/Remo
 

Autor do gol que garantiu o empate azulino na rodada passada em 2 a 2 contra o Treze após bela cobrança de falta, o volante Charles, retorna ao estádio do Arruda, neste domingo, com uma missão diferente: a de ajudar o Clube do Remo a derrotar a sua antiga equipe, o Santa Cruz-PE, pela sexta rodada da Série C.

Atleta do Coral de 2018 a 2019, o jogador sabe bem as dificuldades que irá encontrar ao lado dos demais companheiros na disputa de um duelo de ‘seis pontos’, já que ambas as agremiações brigam pela ponta do Grupo A.

Charles destacou que a ausência de público pode ser um diferencial para os anseios do Leão, logo mais. “No Arruda, assim como no Mangueirão, a gente sabe da importância da torcida para um clube de massa. É tirar proveito disso para fazer um grande jogo”, comentou.

Acorda, Leão! Remo anda “levantando defunto” na Série C

Depois de um começo de competição com expulsão, o que o afastou da onzena principal, o volante está em alta no time e almeja dividir o momento com o grupo com uma vitória. “A gente nunca pode estar satisfeito. É sempre procurar melhorar para alcançar esse nível a mais. A gente não vai se acomodar com elogios e nem se jogar pra baixo com as críticas. Sempre vamos evoluir”, completou o jogador.

Carlos Alberto não quer mais sair do time

Um dos grandes reforços do Clube do Remo para o retorno desta temporada já estava entocado no Baenão. O meia-atacante Carlos Alberto, que voltou a ser acionado com frequência, realizou na última semana o seu primeiro jogo logo de cara no time titular. E com base no apresentado e com o nível da concorrência, demonstrou que está preparado para ser o jogador que o Leão aguarda para fazer a transição em campo.

Mesmo sem a vitória, o jogador relatou felicidade pela atuação. “Meus companheiros me passaram total confiança. Foi uma grande luta fazer mais de 45 minutos depois de um ano e um pouquinho e poder jogar em alto nível. Infelizmente não foi o resultado que queríamos pelas circunstâncias do jogo, mas fiquei feliz, sim, por ter jogado mais de 45 minutos”, declarou.

Assim como no compromisso passado, Carlos Alberto deve seguir entre os titulares. Desta vez, o jogador planeja conquistar uma vitória e quebrar o retrospecto ruim do Remo, ciente de que a tarefa não será fácil. “Sabemos que é um jogo muito difícil. Jogar lá é difícil, talvez sem a torcida dê uma equilibrada emocionalmente. Mas o nosso time está preparado, o professor vai passar os pontos fortes e fracos para poder sair de lá com a vitória”, garante.

E mais...

Adversário 

Na vice-liderança do Grupo A, perdendo o posto somente no critério de desempate de gols marcados, já que possui os mesmos 10 pontos do líder Ferroviário-CE, o Santa Cruz quer apagar a derrota que sofreu por 1 a 0 para o Vila Nova-GO na rodada passar e vencer o Clube do Remo, em casa, nesta noite, no estádio Arruda.

A equipe, no entanto, irá com alguns desfalques para o embate. O principal deles é o craque e artilheiro do time Pipico, ainda no departamento médico, assim como o ala Toty e o os zagueiros Célio e William. O técnico Marcelo Martelotte, que assumiu o cargo de treinador no meio da última semana após saída de Itamar Schulle, manteve o mistério na escalação justamente por aguardar a liberação ou não dos profissionais. Mas, de antemão, reiterou que o time não deve mudar a sua estratégia, conforme apresentado nas últimas rodadas.

“Temos jogadores ainda no departamento médico e esperamos mais um pouco para saber se poderemos contar com eles no domingo. O que posso dizer é que ainda não defini com relação a isso... Eu não penso em uma mudança muito drástica do que vinha sendo feito”, disse o técnico do time pernambucano.

Zé Carlos deixou o dele na rodada passada e a torcida espere que tenha sido só o primeiro de muitos gols
|
O volante sabe muito bem como é jogar no Arruda
|
|

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS